Consepro estuda lançamento de aplicativo com serviços de estacionamento em Taquara

Programa depende da aprovação do Conselho e da Prefeitura para ser liberado aos motoristas
Membros do Consepro avaliam aplicativo que será disponibilizado com serviços aos usuários do estacionamento. Jéssica Ramos/Jornal Panorama

Responsável pela operação do estacionamento rotativo, o Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro), de Taquara, realizou, nesta sexta-feira (11), uma reunião para estudar o lançamento de um aplicativo voltado aos motoristas locais. O programa está sendo desenvolvido pela empresa Rek Parking, a mesma que opera os parquímetros da cidade atualmente. Se aprovado pela direção do Consepro, o aplicativo será encaminhado à administração municipal e, posteriormente, liberado aos motoristas.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O serviço será acessado via smartphone, de qualquer local, tendo entre as principais funcionalidades disponíveis a inserção de créditos e a consulta de vagas na área administrada, por exemplo. Conforme explicou o sócio-diretor da Rek Parking, Eder Vasconselos, os motoristas não pagarão nenhum tipo de taxa para usar o aplicativo. “Vai funcionar como qualquer outro aplicativo gratuito, que a gente encontra nas lojas virtuais para baixar. Depois de instalado, a pessoa cria seu perfil, cadastra a placa do veículo que vai usar, e já tem acesso às funcionalidades do programa”, explicou.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Para o secretário da diretoria do Consepro, Dênis Badermann de Lemos, o aplicativo vem para tornar a vida dos motoristas taquarenses mais segura e prática. “Quando o usuário consegue administrar seus créditos sem enfrentar fila ou depender de um supervisor de estacionamento, ele ganha tempo. Além disso, com o aplicativo, será possível consultar as vagas disponíveis e se organizar para estacionar num lugar mais cômodo. Isso poderá ser feito de qualquer lugar, sem precisar se expor”, destacou ele.

Sônia Bohnen, integrante da diretoria do Consepro, disse que Taquara é um dos municípios pioneiros na busca pelas iniciativas. Destacou que o Conselho tem se organizado para fazer de Taquara um modelo positivo em relação à mobilidade urbana. “Temos um desafio que começa pelo trabalho de educação no trânsito. Mudanças, por melhores que sejam, sempre incomodam. Mas nosso objetivo é tornar o trânsito mais livre e democratizar o espaço de estacionamento”, explicou.

Sobre o aplicativo, Badermann informou que o prazo para lançamento e utilização dependerá dos ajustes feitos pela diretoria do Consepro e da aprovação municipal, não podendo divulgar uma data específica. “Mas não deve demorar, afinal de contas, é questão de organizar e definir detalhes”, disse.

Facilidades e alternativas

Aplicativo orientará sobre vagas disponíveis e possibilitará compra de tempo. Jéssica Ramos/Jornal Panorama

Além do aplicativo, o Consepro já articula outras medidas que facilitem o carregamento de créditos para o estacionamento taquarense. O primeiro deles é a parceria com os lojistas. Segundo Badermann, a partir de fevereiro alguns estabelecimentos, devidamente autorizados, também estarão aptos a realizarem a cobrança e inserção de créditos para os motoristas. Outra medida estudada são os cartões personalizados “semelhantes aos cartões bancários, porém de uso específico para o estacionamento”.

Atualmente, a compra de créditos e pagamentos dos tickets de estacionamento ocorrem das seguintes maneiras: por intermédio dos monitores; diretamente nos parquímetros (existem 12, distribuídos em toda a zona azul); ou na sede do Consepro.

Dúvidas frequentes

🤔 O não pagamento do estacionamento acarreta em multa?

Conforme o secretário, Dênis Badermann, dependendo do caso, sim. “Se o usuário ultrapassar o tempo destacado no tíquete adquirido (que poderá ser de meia hora, uma hora, uma hora e meia ou duas horas), ele será, primeiro, notificado para o pagamento de R$ 12,00. Caso ele não pague em até 48 horas após a notificação, poderá ser multado, inclusive com penalidade de pontos na carteira”.

Usuários ainda estão se adaptando às novidades no estacionamento rotativo de Taquara. Jéssica Ramos/Jornal Panorama