Acadêmicos de Enfermagem da Faccat levam conhecimento à comunidade em Parobé

Atividade na Praça 1º de Maio foi realizada no último sábado (13).
Acadêmicos do curso de Enfermagem da Faccat que participaram do evento na Praça 1º de Maio. Divulgação/Claucia Ferreira/Faccat

Sabia que você é o melhor vigilante da sua saúde? Pois é! E para lembrá-lo disso, os acadêmicos do curso de Enfermagem das Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) participaram de uma ação de prevenção junto à comunidade parobeense neste sábado, dia 13 de abril. Na Rua Coberta da Praça 1º de Maio, o grupo composto por 30 acadêmicos, orienta as pessoas sobre os riscos da automedicação e outras situações. A ação social é organizada pela Igreja Evangélica Luterana do Brasil.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




No local, os acadêmicos da disciplina Farmacologia II, além de orientar as pessoas quanto a importância de cuidar da saúde, também distribuem informativos com guias de indicadores de saúde. “Destacamos os riscos da automedicação, também orientamos sobre o uso correto e aplicação da insulina, entre outras dicas”, explica a professora da disciplina, Rubellita Holanda.

Ação preventiva

Para o casal de aposentados Romildo Groess, 66 anos, e Tereza Groess, 58, a iniciativa é importante para ver se está tudo bem com a saúde. “É muito bom este tipo de movimentação na Praça de Parobé. Medi minha pressão e está boa. Fiquei bem contente”, destaca Groess.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Já a dona Elair de Oliveira da Silva, 70, ainda comenta que toda ação em prol da saúde é válida. “Adorei muito. Durante a semana a gente quase não consegue ir num posto para ver a pressão. Assim, hoje consegui verificar. Adorei mesmo essa ação”, ressalta.

Crescimento profissional

Para a acadêmica do curso de enfermagem da Faccat, Maria Fernanda da Silva, 40, a iniciativa é uma excelente oportunidade para colocar em prática o conhecimento teórico adquirido em sala de aula. “É um aprendizado. Trocamos experiências. Estamos em contato com o público e isto é muito bom para o nosso crescimento pessoal e também profissional”, salienta.

Quem também destaca a ação é o acadêmico Elton Jahnn. “Com essas ações podemos vivenciar na prática o aprendizado. Também estamos conhecendo a realidade das pessoas. Ter este contato direto é fundamental para todos”, frisa.

Acadêmica Maria Fernanda prestando atendimento a Elair de Oliveira da Silva. Divulgação/Claucia Ferreira/Faccat