Acúmulo de lixo na usina gera polêmica em Taquara

Vereadora fez denúncia nas redes sociais e prefeito rebateu dizendo que problema está resolvido.
Vereadora postou fotos de lixo acumulado na usina de Moquém denunciando o que considera descaso da administração municipal. Divulgação/Carmem Kirsch

O acúmulo de lixo depositado junto à usina de reciclagem situada em Moquém, às margens da ERS-239, em Taquara, voltou a causar polêmica. A vereadora Carmem Kirsch (PTB) postou, nas redes sociais a situação, classificando o problema como um descaso do governo municipal de Taquara. Em seu espaço semanal na Rádio Taquara, o prefeito Tito Lívio Jaeger Filho (PTB) rebateu a denúncia, disse que o assunto já está resolvido e reclamou das pessoas que, segundo ele, vão até a usina apenas para postar eventuais dificuldades, não observando as questões positivas que envolvem o trabalho.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




No seu post, a vereadora mostrou o acúmulo de lixo, disse que haveria atrasos frequentes de pagamento com a empresa contratada para recolher o lixo e transporte, além de que o local estaria com o solo totalmente desprotegido. “Chorume predisposto no solo, formando poças, animais tais como urubus e outras aves que circulam livremente sobre a nossa cidade, espalhando doenças previsíveis, tem muitos ratos e baratas e um mau cheiro. Um local desumano de trabalho, possui uma extrea falta de higiene e segurança, podendo a qualquer momento causar um acidente com qualquer pessoa e sem falar em saúde daqueles que têm que ficar ali o dia todo e a semana toda”, disse a vereadora.

Em resposta, o prefeito disser ser uma “pena que as pessoas que fazem estas postagens só vão na usina para fotografar e retratar o que é ruim”. Segundo Tito, havia uma máquina, responsável por carregar o lixo, que estragou, o que provocou o acúmulo temporário, de no máximo dois dias. O chefe do Executivo reforçou que os resíduos mostrados nas fotos são deste período, lembrando que é alto o volume de lixo produzido em Taquara. Segundo Tito, a máquina foi consertada e a situação será resolvida ainda neste final de semana. O prefeito reforçou o que considera os pontos positivos da Usina, que voltou a funcionar ainda em seu primeiro mandato. Tito disse que, atualmente, todos os cooperativos trabalham com os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e há uma cooperativa séria, que vende os produtos reciclagem e faz a distribuição de lucros aos participantes.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE