Temperatura agora:   15.3 °C   [+]

Após polêmica, vereadores de Parobé aprovam orçamento para 2020

Sessão da Câmara teve plenário lotado em Parobé. Alan Júnior / Jornal Panorama

Por nove votos contra cinco, os vereadores de Parobé aprovaram, na noite desta sexta-feira (17), o orçamento do município para 2020. O texto foi apreciado em sessão extraordinária autoconvocada (não remunerada) que teve plenário lotado. A matéria, que havia sido rejeitada no final de 2019, foi remetida novamente para votação dos vereadores pela prefeitura, no começo deste ano.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Foram favoráveios os vereadores Elário Jahn (MDB), Enéas da Silva (MDB), Henrique dos Santos (PDT), Idamir de Moraes (PSDB), Jair Bagestão (sem partido), Jorginho (PP), Marcelo Pereira (PDT), Marcos Friedrich (MDB) e Moacir Jagucheski (Cidadania). Os contrários foram Alex Bóra (PL), Gilberto Gomes (Republicanos), Ênio Terra (PTB), Dari da Silva (Pros) e Maristela Rossato (PT).


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A votação do orçamento gerou polêmica nos últimos dias em Parobé, por conta das disputas políticas envolvendo a atual administração e a oposição. Durante a sessão da Câmara, os vereadores contrários à proposta alegaram que os números que integram o projeto contêm receitas que podem não se confirmar, o que poderia dar margem para endividamento à prefeitura.

A prefeitura e os vereadores que apoiam o governo alegam que não se pode inviabilizar o município sem a aprovação do orçamento. Acrescentam que as receitas previstas, e que são contestadas, só terão gastos se efetivamente os recursos entrarem. E dizem que o recurso livre teve aumento de aproximadamente 4%, dentro das variações inflacionárias.

Assista a cobertura da sessão realizada pelo Panorama: