Bailarino taquarense é premiado em concurso na Suíça

Gabriel Figueiredo competiu no Prix de Lausanne 2019.
Gabriel apresentou duas coreografias e se destacou na competição internacional. Divulgação

O bailarino taquarense Gabriel Figueiredo, atualmente residente em Estugarda, na Alemanha, ficou entre os oito premiados na competição internacional Prix de Lausanne 2019, na Suíca. A final foi realizada no sábado (9). O evento é considerado uma fonte para os “olheiros” em busca de novos talentos na dança.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Gabriel ficou em segundo lugar, sendo o primeiro entre os meninos, atrás apenas da norte-americana medalha de ouro, Mackenzie Brown. No ballet clássico, ele dançou uma variação de Paquita e, no contemporâneo, a coreografia intitulada Chroma. Em 2013, Gabriel foi campeão do Youth America Grand Prix 2012, em Nova York, e, desde 2014, é aluno da John Crancko Schule, na Alemanha.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Participaram da competição deste ano 74 bailarinos de 17 nacionalidades. Eles foram classificados em seletivas por vídeo e também presenciais, realizadas nas cidades de Nova York (EUA), São Petersburgo (Rússia) e Goiânia (Brasil), em 2018.

Sobre o Prix de Lausanne

Criado em 1973, o Prix de Lausanne é uma competição internacional anual para jovens bailarinos de 15 a 18 anos. Sua meta é descobrir, promover e dar suporte aos talentos da dança. A competição tem o apoio de mais de 70 prestigiadas escolas e cias de dança do mundo como Royal Ballet, de Londres; Hamburg Ballet School, da Alemanha; Escola do Ballet da Ópera de Paris, da França; Académie Princesse Grace, de Mônaco; Vaganova Ballet Academy, da Rússia; Hong Kong Ballet, da China; San Francisco Ballet School, dos EUA; e Australian Ballet School, da Austrália; entre outros.

Assista a apresentação de Gabriel

Leia mais: