Biometria em Parobé ainda precisa cadastrar cerca de nove mil eleitores

Procedimento será válido até o dia 11 de dezembro; não fazer o recadastramento gera consequências.

A Justiça Eleitoral alerta que o recadastramento biométrico em Parobé está em sua última fase e só poderá ser realizado até o próximo dia 11 de dezembro (quarta-feira). Atualmente, segundo dados divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), 29.077 eleitores parobeenses fizeram a biometria, o que corresponde a 74,73% do total de 38.907 eleitores do município. Faltam, portanto, 9.830 pessoas comparecerem à Justiça Eleitoral para a coleta das impressões digitais.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O recadastramento biométrico é obrigatório para Parobé e já será exigido nas eleições de 2020. Portanto, só votará no próximo pleito municipal aquele eleitor que tiver feito o cadastro. O serviço está sendo realizado junto à Câmara de Vereadores, de segunda a quinta-feira, das 12h30min às 18h30min, e nas sextas-feiras, das 7 às 17 horas. Também pode ser realizado no Cartório Eleitoral de Taquara, que abrange a comunidade de Parobé.

Entre os documentos necessários para realizar o recadastramento, estão comprovante de residência e documento oficial com foto. O recadastramento é necessário para todos os eleitores, inclusive àqueles cujo voto é facultativo, como os analfabetos, maiores de 16 anos e os maiores de 70 anos.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Quem não efetuar a biometria, tem como consequência o cancelamento do título de eleitor, o que impossibilita o exercício do voto no próximo pleito. Há, ainda, uma série de outros problemas gerados pelo cancelamento do título eleitoral, como proibição de se inscrever em concurso público e várias dificuldades em obter acesso a serviços do governo. Uma informação comum é de não efetuar o recadastramento gera o cancelamento do CPF, mas a Justiça Eleitoral esclarece que isso não é automático e pdoe ocorrer apenas durante os processos de revisão de CPFs feitos pela Receita Federal em parceria com as bases de dados de eleitores.