Câmara aprova incentivo para empresa que deverá gerar até 95 empregos em Taquara

Embrasatec instalará unidade às margens da ERS-115.
Companhia do grupo Embrasa atua no ramo de embalagens e aproveitará prédio da antiga fábrica da Akesse Piscinas, no bairro Santa Maria. Jéssica Ramos / Jornal Panorama

A Câmara de Vereadores de Taquara aprovou, nesta segunda-feira (5), incentivo à empresa Embrasatec Indústria e Comércio de Embalagens Ltda. A companhia instalará unidade em Taquara no prédio da antiga fábrica de piscinas Akesse, às margens da ERS-115. Pela proposta, a companhia deverá gerar 90 empregos até o final de 2020, aumentando para 95 postos de trabalho até o final de 2021.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Os incentivos autorizados pelo Legislativo são: auxílio financeiro no pagamento de 50% do aluguel, o que corresponde a R$ 7,5 mil, pelo período de dois anos, contados do início efetivo das atividades; isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e taxas pelo período de dois anos, correspondendo a 2020 e 2021; disponibilização de até 20 horas máquina de retroescavadeira, rolo compactador e motoniveladora; retorno de 50% do valor agregado de ICMS pelo período de dois anos.

Em contrapartida aos incentivos, a empresa se compromete, além da geração de empregos, em faturar R$ 18 milhões no ano de 2020 e R$ 19 milhões em 2021. A prestação de contas deverá ser feita sempre até o mês de fevereiro dos anos subsequentes.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Na mensagem ao projeto, o prefeito Tito Lívio Jaeger Filho explica que a empresa beneficiária faz parte do Grupo Embrasa, que há mais de 45 anos é atuando no ramo de embalagens de ráfia, com produção nos municípios de Sumaré e Artur Nogueira, em São Paulo, e Catalão, em Goiás. “Na intenção de expandir suas produções e comercializações, o grupo escolheu, dentre todas as cidades de nosso estado, Taquara para sediar seu novo investimento, o que muito nos alegra, pois, além de um novo ramo em nossa cidade, a geração de novos empregos para os taquarenses”, comentou Tito.

O prefeito reforçou que a administração municipal busca sempre incentivar os novos investimentos em Taquara. Informa, ainda, que houve apreciação e aprovação dos pedidos da empresa por parte do Conselho Municipal de Desenvolvimento Social (Comudes).

A ex-vice-prefeita de Taquara, Michelle Sápiras, é diretora da empresa Embrasatec. Na votação do projeto, o vereador Luis Felipe Luz Lehnen (PSDB) informou que participou da negociação para a atração da indústria e, por este motivo, preferiu manifestar abstenção. Os demais votos dos vereadores foram favoráveis aos incentivos à empresa.