Câmara de Taquara aprova 13 títulos de cidadania e rejeita homenagem a líder partidário

Geral

Nomes são escolhidos anualmente pelos vereadores e votados em projetos de decreto legislativo.

A Câmara de Vereadores de Taquara aprovou, nesta segunda-feira (19), as indicações de nomes da comunidade para receber os tradicionais títulos de cidadania, entregues ao final de cada ano. As homenagem são feitas a pessoas com relevantes serviços prestados à comunidade. Neste ano, foram aprovados 13 nomes indicados pelos vereadores. Após muitos anos sem que tal fato fosse registrado, o Legislativo negou um título de cidadania, proposto pelo vereador Luis Felipe Luz Lehnen (PSDB) ao presidente licenciado do Democratas, Maurício Souza Rosa.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Os títulos de cidadania são uma tradicional homenagem entregue anualmente pela Câmara. Os nomes são escolhidos pelos próprios vereadores e são submetidos à aprovação do plenário por meio de projetos de decreto legislativo. Cada vereador tem direito a escolher um nome e, portanto, cada ano pode ter até 15 homenagens. As pessoas naturais de Taquara reconhecidas pela distinção recebem o título de benemérito cidadão taquarense. Já os que não nasceram em Taquara são agraciados com o título de cidadão taquarense.

Com relação à homenagem proposta para Maurício Souza Rosa, a vereadora Sirlei Silveira (PTB) foi a primeira a se manifestar contrária à distinção proposta pelo colega Luis Felipe. Resgatou uma postagem de 2015 feita em rede social por Maurício em que o dirigente partidário criticava os vereadores, usando adjetivos fortes, com relação à votação sobre projeto que diminuia o número de parlamentares. Para Sirlei, não seria possível homenagear uma pessoa que não respeita a Câmara de Vereadores. Depois, se manifestaram no mesmo sentido defendendo a soberania do Legislativo, os vereadores Telmo Vieira (PTB), Mônica Facio (PT) e Sandra Schaeffer (PP). Proponente da distinção, Luis Felipe reclamou da atitude dos colegas e disse que a Câmara deu prova de ser antidemocrática, ao não aceitar críticas da comunidade. Afirmou que o ocorrido foi uma atitude de perseguição a quem teve opinião contrária ao pensamento dos vereadores. Em votação, o projeto sobre Maurício foi rejeitado com oito votos contrários e cinco favoráveis, além de uma abstenção (veja ao final desta matéria como votaram os vereadores). Os demais projetos foram aprovados por unanimidade.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Procurado por Panorama, Maurício disse que o resultado da votação não foi surpresa. “Quando fui contatado pelo vereador Luis Felipe, momento em que ele me falou da indicação, imediatamente o alertei de que a ‘base cega’ do governo Titinho não deixaria o nome de alguém ligado à oposição receber tal honraria. O que esperar de vereadores que não conseguem sequer votar conforme suas próprias consciências? Dois amigos me procuraram depois da votação pedindo desculpas por ‘terem’ votado com ‘o bloco governista’. A mim não precisam pedir desculpas, precisam pedir desculpas à população. Quantos já foram os projetos aprovados pelo tal bloco sem que pudessem expressar sua verdadeira vontade?”, questionou. “Minhas críticas nuncam foram à instituição Câmara de Vereadores, podem ter sido, isso sim, à fraca e incapaz legislatura passada, a qual nesse quesito, já foi infelizmente superada pela atual. Seguirei realizando meu trabalho e buscando o melhor pela nossa comunidade”, acrescentou.

OS NOMES DOS TÍTULOS APROVADOS:

Vereador proponente: Sandra Beatriz Schaeffer (PP)
Benemérita Cidadã Taquarense para Evanise Schein

Vereador proponente: Daniel Laerte Lahm (PTB)
Cidadão Taquarense para Marcelo Cunha

Vereador proponente: Levi Batista de Lima Júnior (PTB)
Benemérita Cidadã Taquarense para Elena Weber

Vereador proponente: Guido Mário Prass Filho (PP)
Cidadão Taquarense para Rafael Silveira Peixoto

Vereador proponente: Régis Bento de Souza (MDB)
Benemérito Cidadão Taquarense para Ademir Fernando Metzger Júnior

Vereador proponente: Adalberto Carlos Soares (PP)
Benemérita Cidadã Taquarense para Irma Graça da Silva

Vereador proponente: Moisés Cândido Rangel (PSC)
Cidadão Taquarense para o pastor Jauri Fagundes da Silva

Vereador proponente: Carmem Solange Kirsch da Silva (PTB)
Benemérita Cidadã Taquarense para Celita Campos Rocha

Vereador proponente: Sirlei Teresinha Bernardes da Silveira (PTB)
Benemérita Cidadã Taquarense para Regina Beatriz Valentini

Vereador proponente: Telmo Vieira (PTB)
Cidadão Taquarense para Marcos Alexandre Klein

Vereador proponente: Magali Vitorina da Silva (PTB)
Cidadã Taquarense para Mara Regina Ferreira Fischborn

Vereador proponente: Mônica Juliana Facio (PT)
Cidadão Taquarense para Olindo Antônio Vergani

Vereador proponente: Nelson José Martins (MDB)
Cidadão Taquarense para Emilson Licht Krebs

➡️ Votação sobre o projeto de Maurício Souza Rosa:

✅ Favoráveis
Carmem Solange Kirsch da Silva (PTB)
Luis Felipe Luz Lehnen (PSDB)
Nelson José Martins (MDB)
Régis Bento de Souza (MDB)
Magali Vitorina da Silva (PTB)

🛑 Contrários
Sandra Beatriz Schaeffer (PP)
Marlene Terezinha Haag (PTB)
Mônica Juliana Facio (PT)
Levi Batista de Lima Júnior (PTB)
Sirlei Teresinha Bernardes da Silveira (PTB)
Adalberto Carlos Soares (PTB)
Daniel Laerte Lahm (PTB)
Telmo Vieira (PTB)

❗ Abstenção
Moisés Cândido Rangel (PSC)