Câmara de Taquara restringe acesso às sessões e suspende atividades com público externo

Geral

Legislativo ressalta que medidas são de prevenção ao coronavírus.

A Câmara de Vereadores de Taquara tomará medidas de prevenção ao contágio pelo coronavírus. Através de uma resolução da mesa diretora, assinada pelo presidente Guido Mário Prass Filho, ficam suspensas, nas dependências do Legislativo, todas as atividades com público externo que envolvam aglomeração de pessoas, com exceção das reuniões de comissões e sessões plenárias ordinárias ou extraordinárias. Contudo, nos dias de sessão ou reuniões das comissões, somente terão acesso ao plenário e salas de reuniões, os vereadores e servidores, sendo que todos os encontros serão transmitidos via internet.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A resolução prevê que ficam, temporariamente, suspensas a visitação pública e o atendimento presencial do público externo que puder ser prestado por meio eletrônico ou telefônico. No ambiente interno dos gabinetes dos vereadores, deverá ser observada a regra que suspende as atividades com público. Qualquer vereador, servidor, estagiário e empregado de prestador de serviço à disposição da Câmara que apresentar os sintomas que indiquem a presença de infecção serão colocados em trabalho remoto.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A resolução prevê ainda que a Câmara aumentará a frequência de limpeza dos banheiros, elevador, corrimãos e maçanetas, além de providenciar a aquisição e instalação de dispensadores de álcool gel nas áreas de circulação e no acesso a salas de audiências, plenários e gabinetes de vereadores. O vereador ou servidor que, em virtude de atestado médico, poderá realizar suas atividades remotamente, ficando dispensado de atividades presenciais sem qualquer tipo de prejuízo. O presidente da Câmara ainda ficou autorizado a adotar outras providências administrativas necessárias para evitar a propagação interna do coronavírus.