Câmara reuniu mulheres para atividades do Outubro Rosa em Parobé

Palestras e atividades foram realizadas na tarde de quinta-feira (31).
Câmara de Vereadores reuniu mulheres para debater sobre a importância da prevenção ao Câncer de Mama. Divulgação / Eduarda Rocha

O plenário da Câmara de Vereadores de Parobé sediou, na tarde de quinta-feira (31), um evento especial de alerta e prevenção do Câncer de Mama. A atividade integrou a programação da campanha Outubro Rosa, movimento que uniu mulheres da comunidade pela causa. Palestras, debates e serviços fizeram parte do evento, que teve como principal objetivo promover a conscientização sobre a doença, além de proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento para a redução dos índices de mortalidade.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


“Hoje o Câncer de Mama não é mais um atestado de morte. Ele tem cura e muitas mulheres aqui já venceram esta doença. Nosso objetivo é criar uma rede de mulheres que estejam conectadas para apoiar umas às outras”, destaca a presidente do Legislativo, Maria Eliane Nunes (MDB). Para a vereadora Maristela Toffoli (PT), eventos como este exemplificam a importância da representatividade feminina no Poder Legislativo. “Vejam como é fundamental ter mulheres no ambiente parlamentar. Campanhas como esta ganham ainda mais força com a nossa representatividade”, salientou na solenidade de abertura.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Durante a tarde, as participantes puderam assistir palestras com abordagens importantes sobre o tema. A advogada da procuradoria do município, Júlia Scherer, trouxe aspectos da legislação brasileira direcionadas as pacientes com câncer. Já a ginecologista da rede de saúde municipal, Karla Daudt, apresentou as formas de prevenção e apontou como as emoções podem influenciar no câncer. “É claro que existem fatores de risco que aumentam as chances da doença, mas é preciso também entender que muitos fatores emocionais podem desencadear, o até mesmo potencializar o câncer”, afirmou.

Ao encerrar as atividades, uma roda de conversa e acolhimento comoveu o público com as histórias de superação de mulheres que venceram a doença. Quem esteve no evento também recebeu maquiagem e desfrutou de um café colonial oferecido pelas mulheres da agricultura familiar do município. A iniciativa foi realizada pela Casa Legislativa com o apoio da EMATER, além do Centro Profissionalizante de Assistência Social (CPAS) e Secretaria de Saúde.

Palestras levaram abordagens importantes a respeito do tema, como a legislação para pessoas com câncer, ministrada pela advogada Júlia Scherer. Divulgação / Eduarda Rocha