Câmaras de Vereadores da região suspendem atividades

Geral

Legislativos estão adotando medidas em meio à pandemia do coronavírus.

As Câmaras de Vereadores do Vale do Paranhana estão adotando medidas para os próximos dias visando a supensão dos trabalhos. As ações ocorrem para conter a pandemia de coronavírus. Em Taquara, a suspensão das atividades foi determinada neste domingo (20) pelo presidente Guido Mário Prass Filho. Segundo a resolução, a medida vale a partir desta segunda-feira (23) pelo tempo em que for necessário.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




De forma a não prejudicar as atividades emergenciais do Legislativo, a Câmara poderá realizar as atividades de forma remota. Consultado por Panorama, o presidente informou que as sessões do Legislativo serão realizadas, mas com todas as normas de segurança: álcool gel, máscaras disponíveis, higienização nos computadores, mesas e microfone. “Continua restrito o acesso da comunidade na sessão, apenas os vereadores ocuparão seus lugares e teremos um número de servidores reduzidos”, explicou Guido, acrescentando que a reunião é transmitida pela internet e pela Rádio Taquara e Jornal Panorama.

Em Parobé, o presidente Antônio Carlos dos Santos determinou a suspensão de todos os trabalhos internos e externos por 15 dias. O vereador justificou que o momento é de prevenção e, por isso, a decisão foi tomada. Os servidores estarão disponíveis à Câmara através de trabalho em casa.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O presidente da Câmara de Vereadores de Igrejinha, Carlinhos Michaelsen, editou a portaria suspendendo as atividades do Legislativo neste domingo (22). Não haverá sessões e ações da Câmara pelo prazo de 15 dias. Mas, a resolução estabelece que haverá plantão para convocação ordinária ou extraordinária em caso de matéria de interesse público voltada à saúde nas situações de calamidade que se referem ao coronavírus.