Campanha da CDL de Parobé sorteará dois carros, uma moto e 30 vales-compras

Sétima edição da campanha "Não Ande a Pé, Compre em Parobé" foi lançada nesta quinta-feira (31).
Jones Vendrúsculo, presidente da CDL, explicou importância da campanha para o setor do comércio de Parobé. Ronaldo Siebel / Jornal Panorama

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Parobé (CDL) lançou, nesta quinta-feira (31), em evento na Sociedade Cultural e Recreativa, a sétima edição da campanha Não Ande a Pé, Compre em Parobé. Neste ano, a mobilização de vendas do comércio parobeense sorteará, no dia 15 de janeiro, dois automóveis Renault Kwid zero quilômetro, uma motocicleta Honda Biz e 30 vales-compra de R$ 300,00 cada. Além dos consumidores que prestigiarem o comércio local, os vendedores responsáveis pelo atendimento destes clientes também poderão ser beneficiados.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O presidente da CDL, Jones Vendrúsculo, aproveitou a solenidade de lançamento para fazer um agradecimento aos parceiros da campanha, em especial à Prefeitura e à Câmara de Vereadores. Ressaltou que, no ano passado, a iniciativa do comércio rendeu um acréscimo de R$ 50 milhões na economia do município, movimentando o comércio no final do ano. Salientou o papel das lojas em se mobilizar para a campanha, criando iniciativas e incentivando os consumidores.

A campanha terá duração de 1º de novembro a 15 de janeiro. O sorteio ocorrerá no dia 15 de janeiro, durante a Feira da Melancia de Parobé, a partir das 18h30min, na Rua Coberta da Praça 1º de Maio. A cada R$ 50,00 em compras, o consumidor terá direito a um cupom. As lojas que desejarem adquirir os kits da campanha já podem entrar em contato com a CDL. Além disso, a entidade disponibiliza um agendamento para estabelecimentos que desejarem ter os carros que serão sorteados em frente aos seus pontos comerciais. O regulamento completo pode ser acessado em www.cdlparobe.com.br.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Jantar de lançamento da campanha teve apresentação da Orquestra Gaúcha de Viola Caipira. Ronaldo Siebel / Jornal Panorama