SAÚDE

Campanha Setembro Amarelo lança debate sobre prevenção ao suicídio

Taquara está promovendo série de eventos relacionados ao tema em postos de saúde.

Considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública, o suicídio é um ato intencional de matar a si mesmo que, na maioria das vezes, poderia ser evitado com o diálogo e orientação sobre o tema. Para chamar a atenção sobre a importância da discussão sobre este assunto, a administração municipal de Taquara promoveu, na última segunda-feira (10), uma solenidade de lançamento do Setembro Amarelo, mês dedicado a ações voltadas a prevenção ao suicídio.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




De acordo com dados do Ministério da Saúde, no Brasil, a cada uma hora uma pessoa tira sua vida, mesmo período em que outras três tentam eliminar sua vida sem sucesso. Números que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), poderiam ser reduzidos em 90% dos casos se houvesse a divulgação de mais informações sobre este problema de saúde. O Setembro Amarelo, campanha brasileira iniciada em 2015, é uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), realizada neste mês, já que dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Durante o lançamento da campanha, o prefeito em exercício Hélio Cardoso Neto falou sobre relevância da ajuda especializada para pessoas que estejam com ideias de cometer suicídio, mas também sobre o apoio de seus familiares e amigos. “Devemos ficar atentos as pessoas do nosso convívio, principalmente aquelas que estejam buscando o isolamento. Se desconfiarmos de alguém que possa pensar em tomar uma atitude mais drástica é a hora de assumirmos uma postura acolhedora, sem julgamentos, falarmos a respeito do assunto e indicarmos um profissional especializado”, orientou o vice-prefeito de Taquara.

Prefeito em exercício Hélio Cardoso Neto destacou o papel dos familiares e amigos. Divulgação/Cleusa Silva

Segundo o secretário de Saúde, Vanderlei Petry, além das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município, da região urbana e localidades do interior, haverá também atividades na Praça Marechal Deodoro e no Centro Educacional Indio Brasileiro Cesar. “Cientes de que o suicídio é um problema que pode afetar qualquer pessoa, de diferentes origens, classes sociais ou idades, promoveremos palestras com profissionais especializados, como psicólogos e psiquiatras, além do trabalho de orientação que será feito pelos nossos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs)”, informou Petry.

A solenidade de lançamento do Setembro Amarelo, realizada no Educacional Indio Brasileiro Cesar, também contou com uma apresentação do Coral Liberdade Vocal, mantido pela Atenção Básica da Secretaria de Saúde, em parceria com o Sesc Taquara, e regido pelo maestro Gabriel Bernardo; e uma palestra com o doutor em Psicologia, Rogério Lessa Horta, que abordou o tema “O Comportamento Suicida como Preocupação em Diferentes Setores”.

Atividades serão promovidas em todas as Unidades Básicas de Saúde, também haverá evento especial na Praça Marechal Deodoro, seguindo o cronograma:

  • 11/09 – 14:00 – UBS Santa Maria (já realizado)

  • 12/09 – 13:30 – CAPS I

  • 14/09 – 13:00 – CAPS AD

  • 19/09 – 10:00 – UBS Eldorado

  • 19/09 – 14:00 – UBS Padilha

  • 19/09 – 15:00 – Praça Marechal Deodoro – Atividades com brinquedos para as crianças, sorteio de brindes, feira de artesanato.

    17:00 – Praça Marechal Deodoro – Aferição de pressão arterial, pesagem, massagem relaxante e orientações sobre prevenção do suicídio

  • 24/09 – 09:00 – UBS Empresa

  • 25/09 – 08:30 – UBS Pega Fogo

  • 25/09 – 10:30 – UBS Fazenda Fialho

  • 26/09 – 13:30 – UBS Santa Cruz (Salão Concórdia)

  • 26/09 – 09:00 – UBS Rio da Ilha

  • 27/09 – 10:00 – Centro Educacional Indio Brasileiro Cesar – Capacitação em Saúde Mental para os Agentes de Saúde

  • 28/09 – 09:30 – UBS Santa Teresinha