Casa Vidal: imóvel é aberto, pela primeira vez, desde que as obras de revitalização iniciaram

Administração taquarense realizou visita guiada para apresentar andamento do projeto, iniciado em 2018.
Pé direito alto revela características da arquitetura portuguesa. Imagens: Jéssica Ramos/ Jornal Panorama.

Um imóvel repleto de detalhes históricos, marcas que remetem aos hábitos e interesses de famílias que viveram em Taquara há mais de cem anos, é o que restou da estrutura descoberta e, parcialmente restaurada, pelos responsáveis pelas obras de revitalização da Casa Vidal. A atividade teve início em agosto do ano passado, graças ao apoio da Lei de Incentivo à Cultura (LIC). Na manhã desta quarta-feira (05), a Casa foi aberta à imprensa, pela primeira vez, desde que o projeto passou a ser executado.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Janelas e portas da estrutura original estavam encobertas pelo reboco e foram recuperadas. Imagens: Jéssica Ramos/ Jornal Panorama.

Conforme a gestora cultural da Patrimonium, Cristina Seibert Schneider, que conduziu a visita, as obras geram surpresas muito especiais aos envolvidos, pois, a cada passo, se descobre algo novo e detalhes capazes de ilustrar significados culturais. “Quando começamos a retirar o reboco, encontramos os detalhes das aberturas das portas e janelas da construção original. Na parte mais antiga da edificação, encontramos resquícios da antiga técnica de construção alemã: o Enxaimel. Num outro momento, nos deparamos com uma estrutura imponente, com um pé direito muito mais alto, que configura características da arquitetura portuguesa”, descreveu Cristina, enquanto mostrava o imóvel.

Cristina explicou que o processo de revitalização, especialmente nesta etapa, requer muito estudo, cuidado e atenção. “Tínhamos uma edificação em estado muito precário. Foi necessário reconstruir toda uma parte, escavar e reforçar a base, adicionar vigas de metal e amarrações em alguns pontos, pois corríamos risco de desabamento, principalmente da parte frontal da Casa”, descreveu ela.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Primeira etapa em andamento

Imagens: Jéssica Ramos/ Jornal Panorama.

Conforme destacou Cristina, esta etapa do projeto compreende apenas a metade do que precisa ser feito para entregar o imóvel pronto. Esta fase corresponde à consolidação da edificação, ou seja, garante a segurança nas áreas que comprometiam a estrutura. É nessa fase também que se procura descobrir e preservar a construção original. O projeto custa um montante de cerca de R$1,4 milhão, e, conforme a gestora cultural, deste valor ainda falta a capitação de R$ 380 mil. Cristina explicou que já existe uma empresa interessada em continuar o patrocínio, mas que o contrato com o Governo do Estado está garantido apenas até setembro deste ano.

“Desde que as obras começaram, tivemos uma paralisação de cerca de quatro meses, em virtude de uma pausa nos repasses. O Governo do Estado estava tratativas com o Governo Federal e isso acabou refletindo no nosso orçamento. Agora, temos os patrocínios garantidos até setembro. Depois disso, dependemos da renovação do Governo Estadual, que já manifestou interesse em renovar, mas não pôde garantir, porque também depende do Governo Federal”, explicou.

Outra informação divulgada, durante a visita, foi a conquista de uma doação do Ibama. Conforme Cristina, a Casa receberá cerca de 150 metros cúbicos de madeira de apreensão, que serão utilizados nos pisos, telhado, mezanino e estrutura, da construção. “A Prefeitura foi atrás dessa doação e tivemos um retorno positivo. Isso representará uma economia gigantesca no projeto”, destacou.

Sobre a conclusão do projeto de revitalização, Cristina explicou que “só teremos uma previsão após a resposta do Governo, se renova ou não o contrato da LIC”. Para a segunda etapa, o projeto contemplará os acabamentos, paisagismo, mobiliário, aberturas, hidráulica, elétrica, mezanino e pisos. Com a revitalização concluída, a Casa Vidal abrigará o acervo do Museu Municipal, do Arquivo Municipal e da Biblioteca Pública Municipal, além de salas para oficinas culturais, exposições artísticas, de apoio para atendimento ao público em geral, e cafeteria.

Prefeito Tito Lívio Jaeger Filho e o vice Hélio Cardoso Neto acompanharam a equipe da administração, parceiros e imprensa, durante a visita. Imagem: Jéssica Ramos/ Jornal Panorama.

Confira o vídeo com imagens da revitalização: