Temperatura agora:   15.2 °C   [+]

Coluna da Comunidade Evangélica de Taquara

“Jesus respondeu: – Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim nunca mais terá fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede” (João 6.35).

Amigos do Panorama! O pão é um dos alimentos mais antigos da humanidade. Surgiu com o cultivo do trigo na Mesopotâmia, atual Iraque, sendo desenvolvido no Egito há seis mil anos com a descoberta da fermentação. Foi aperfeiçoado até os nossos dias. É, hoje um dos alimentos mais consumidos em toda a humanidade. Mesmo assim, milhares de pessoas ainda passam fome.
O pão é considerado um alimento sagrado. Em Êxodo 12.15, na instituição da Páscoa, lemos que o povo deveria se alimentar com pães asmos, ou seja, pão sem fermento. No deserto, Deus manda maná para o povo se alimentar. Assim, em toda a história do povo de Deus o pão fez parte da vida.
Quando oramos a oração que Jesus nos ensinou em Mateus 6.11, pedimos que o pão nosso seja dado hoje. Em Mateus 14.19, Jesus partiu cinco pães, deu aos discípulos e estes à multidão. Todos comeram e se fartaram, sobrando doze cestos cheios. Na última ceia Jesus abençoou o pão; o partiu e deu a seus discípulos dizendo: “Tomai e comei, isto é o meu corpo que é dado por vocês, façam isto em memória de mim”. Por isto celebramos esta ceia até nossos dias nas igrejas cristãs do mundo.
Peçamos sempre: Senhor, que não nos falte o pão hoje e amanhã. Amém.
(Mensagem adaptada do Semente de Esperança – 2020).

P. Valmor Haag