Com campeonato estadual consolidado, poker gaúcho é uma das principais referências do Brasil

Renan Bruschi é um dos grandes nomes da história do poker gaúcho. Foto: PokerNews

São Paulo mostrou nos últimos anos que com organização e estrutura eficiente é possível construir um poker competitivo de alto nível. Apesar de ainda se impor no poker brasileiro, hoje há Estados que se equiparam aos paulistas no esporte das cartas, como Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

Na atual década, o poker gaúcho foi um dos que mais evoluíram nos quesitos profissionalismo e estrutura para alcançar a prateleira de cima desse esporte no Brasil. Com chancela da FGP (Federação Gaúcha de Poker) e da prestigiada CBTH (Confederação Brasileira de Texas Hold’em), o CGP (Campeonato Gaúcho de Poker), por exemplo, já é referência na América Latina e ganhou ranking internacional em 2019.

Para este ano, o circuito tem quatro viagens confirmadas para além das fronteiras do Rio Grande do Sul: Madri (Espanha), Rosário (Argentina) em duas oportunidades e, por fim, os seis melhores classificados no ranking estadual visitarão São Paulo para competir no tradicional BSOP Millions, etapa que encerrará a atual temporada do Campeonato Brasileiro de Poker.

Além disso, é importante destacar que os últimos campeões gaúchos tiveram a chance de representar o Rio Grande do Sul em etapas do CBPE (Campeonato Brasileiro de Poker por Equipes). No ano passado, Luís Moraes, campeão gaúcho em 2017, foi um dos representantes da seleção estadual no torneio nacional por equipes.

Disputado anualmente desde 2013, O CBPE é um dos torneios mais técnicos da América Latina, pois reúne os principais jogadores do Brasil em uma só competição. A edição de 2018, vencida pelo Paraná, ocorreu dentro de uma etapa do BSOP São Paulo e teve 20 Estados prestigiando o evento.

“O Campeonato de Equipes tem uma importância muito grande, eu acho que ele é um grande ícone. A CBTH (Confederação Brasileira de Texas Hold’em) tem grandes funções, como função política, função institucional (…) mas do ponto de vista esportivo, o Campeonato Brasileiro de Poker por Equipes é o grande momento da CBTH. É o momento em que a gente reúne os principais jogadores do país, representando seleções”, disse Uélton Lima, presidente da CBHT, em entrevista o SuperPoker.

O Rio Grande do Sul não conseguiu terminar entre os primeiros colocados, mas jogadores jovens do time gaúcho, como Luís Moraes, tiveram uma oportunidade incrível de competirem em um evento de nível altíssimo, algo que só tem a acrescentar profissionalmente.

Rio Grande do Sul muito bem representado no cenário online

No que diz respeito a bons jogadores de poker, o Rio Grande do Sul não tem muito o que se preocupar. Na atual temporada, Renan Bruschi e Thiago Grigoletti são os competidores maior destaque até aqui.

Craque na arte de jogar poker, Bruschi é um dos pilares do poker gaúcho na atualidade e vive o melhor momento da carreira. Segundo o PocketFives, site especializado em rankings de poker online (conteúdo em inglês), o gaúcho é o número um do Estado e está entre os 12 melhores do Brasil.

Número um do poker gaúcho, Renan Bruschi (centro) está em grande fase.
Foto: Carlos Monti / PokerNews

Bruschi é um dos poucos brasileiros que conseguiram vencer o Sunday Million em duas oportunidades. Considerado um dos campeonatos online mais importantes do circuito, esse torneio conta com milhares de competidores de vários países.

O segundo título de Bruschi no Sunday Million veio em 2018, ocasião em que ele teve que superar 5.471 concorrentes para garantir o bicampeonato. No último duelo da mesa final, o gaúcho superou um finlandês.

Jogador experiente, Bruschi também acumula importantes resultados em eventos ao vivo e foi o nome escolhido da Federação Gaúcha de Poker para ser o treinador da seleção estadual na última edição do CBPE.

Segundo melhor jogador gaúcho nos feltros online na atual temporada, Thiago Grigoletti conseguiu vencer alguns torneios nos últimos meses, mas seu grande objetivo no primeiro semestre era vencer torneios no circuito SCOOP, importante série anual de torneios.

Thiago Grigoletti vive bom momento no cenário online.
Foto: Jayne Furman / PokerNews

Grigoletti, que está entre os 25 melhores do Brasil no ranking online do PocketFives, não conseguiu vencer torneios no último SCOOP, mas saiu com a sensação de dever cumprido e feliz com sua participação no evento.

“Final de SCOOP, foram mais de 850 torneios jogados e durante 15 dias eu não tive folga, sinto que dei o meu melhor tanto na minha preparação quanto na hora da ação e apesar dos meus resultados dessa vez não aparecerem encerro a série muito feliz com o que posso controlar, meu desempenho. Nosso esporte só é visto assim porque o consideramos um jogo de longo prazo, no curto prazo não há garantia de resultados, por mais que você queira muito vencer, do outro lado tem alguém querendo tanto o quanto e nem mesmo nós sabemos de toda a sua trajetória”, afirmou Grigoletti em seu perfil no Instagram.

Lugares para jogar poker no Rio Grande do Sul

Uma das razões do crescimento do poker dentro do esporte gaúcho são as confrarias de poker espalhadas por todo o Estado. Em muitas ocasiões, os clubes de poker são palcos das primeiras experiências de muitas pessoas nesse esporte.

Na capital Porto Alegre, confrarias de poker como HU Poker Club, Manabela Poker Club e Ypiranga Texas Club, por exemplo, são lugares onde muitos jogadores recreativos se reúnem para jogar e aprender as nuances do poker.

Na segunda maior cidade do Estado em população, Caxias do Sul, está localizado um dos principais clubes de poker do Rio Grande do Sul, PokerCity Club Caxias. Com espaço amplo moderno, o local garante privacidade e conforto aos jogadores

Além de contar torneios semanais para diferentes níveis de competidores, o PokerCity Club Caxias também serviu de palco para torneios satélites da terceira etapa do Campeonato de Gaúcho de Poker.

Em Novo Hamburgo, a principal confraria da cidade é a Araujo Poker Club. Importante para os jogadores que buscam por maior espaço no poker estadual, o clube conta uma equipe própria que disputa etapas da Copa RS, torneio organizado pela FGP.

Para aqueles interessados em acompanhar as novidades do poker gaúcho, como novos torneios, atualização de ranking de do circuito estadual e resultados de eventos, é recomendado seguir a Federação Gaúcha de Poker nas redes sociais.

Conteúdo produzido por Marcio B. Martins – Agência StarConteúdos