Temperatura agora:   20.3 °C   [+]

Cronologia da insanidade, por Plínio Dias Zíngano

Do “Meu cinicário” – Verdades absolutas, principalmente, as surgidas através de movimentos sociais, não são inquestionáveis. São, apenas, interesses grupais.

CRONOLOGIA DA INSANIDADE

Sempre invejei Franz Kafka, escritor tcheco do início do século XX, de quem li a estarrecedora “Metamorfose” durante (notem bem: “durante”) sonolentas aulas nas tardes de 1962, em Porto Alegre, no Colégio Estadual Júlio de Castilhos. Pois esse autor tem uma obra enigmática para o mundo da burocracia. Chama-se “O processo”. Além de estarrecedora, essa é enlouquecedora. Trata do acontecido com Josef K., que, no dia em que completa 30 anos é preso sem ser informado por quê. A partir daí, mesmo desconhecendo a razão de sua prisão, a vida de Josef vai até sua morte, pois foi condenado e executado sem nunca ter seu crime revelado.

Minha inveja, resolveu homenagear aquele autor! Eis, aqui, o meu texto!

31/03/2020

[08:45] EU: Olá!

[08:45] ELA: Olá, sou o assistente virtual da Tv X e estou aqui para te dar suporte com alguns dos nossos  principais serviços.

[08:45] ELA: Primeiro, escolha sobre qual desses assuntos você precisa falar:

1– Tv Móvel      2– Tv      3– Residencial (NET)

[08:47] EU: Não houve jeito de conseguir código para pagamento da fatura atrasada. Pode resolver?

[08:47] ELA: Você gostaria de ver o código de barras da sua fatura de qual serviço?

1– Tv Móvel      2– Tv      3– Residencial (NET)

[08:47] EU: 2

[08:47] ELA: Me informa seu CPF ou CNPJ, que vou buscar o código de barras da sua fatura.

[08:48] EU: XXX XXX XXX – XX

[08:48] ELA: Não consegui localizar seu contrato.

[08:48] ELA: Para outras solicitações da Tv, acesse: bit.co/FOSFAT2.

[08:48] ELA: Precisa de ajuda com algum outro assunto?

[08:50] EU: Preciso que trabalhem direito. Estão cobrando um serviço que não identificam.

[08:50] ELA: Hum, deixa eu ver como eu posso te ajudar.

[08:50] ELA: Estávamos falando sobre TV Móvel, você prefere:

1- Continuar em Tv Móvel;   2- Ir para Tv;   3- Ir para Residencial (NET).

[08:51] EU: 2 – Tv.

[08:51] ELA: Hum, deixa eu ver como eu posso te ajudar.

[08:51] ELA: Estávamos falando sobre Tv, você prefere:

1- Continuar em Tv Móvel;    2- Ir para Tv;    3- Ir para Residencial (NET).

[08:52] EU: Tv.

[08:52] ELA: Hum, deixa eu ver como eu posso te ajudar.

[08:52] ELA: Estávamos falando sobre Tv, você prefere:

1- Continuar em Tv Móvel;   2- Ir para Tv;    3- Ir para Residencial (NET).

[08:52] EU: 2.

[08:52] ELA: Hum, deixa eu ver como eu posso te ajudar.

[08:52] ELA: Estávamos falando sobre Tv, você prefere:

1- Continuar em Tv Móvel;    2- Ir para Tv;    3- Ir para Residencial (NET).

[09:50] EU: Olá.

[09:50] ELA: Olá, fico feliz em ver você por aqui outra vez!

[09:50] ELA: Estávamos falando sobre Tv, você prefere:

1- Continuar em Tv Móvel.    2- Ir para Tv.   3- Ir para Residencial (NET).

[09:51] EU: Tv.

[09:51] ELA: Ok, posso te ajudar com esses serviços:

1- Fatura;  2- Suporte técnico;  3- Cadastro/Senha;  4- Recarga (TV);

5- #NET-YYYY-WIFI; 6- Comprar novos produtos.

[09:51] EU: Fatura.

[09:51] ELA: Ótimo, escolha um desses assuntos pra eu te ajudar:

1- Código de barras;   2- Segunda via de fatura;   3- Fatura digital;

4- Débito automático.

[09:52] EU: Código de barras.

[09:52] ELA: Me informa seu CPF ou CNPJ, que vou buscar o código de barras da sua fatura.

[09:52] EU: XXXXXXXXX-XX

[09:52] ELA: Não consegui localizar seu contrato.

[09:52] ELA: Para outras solicitações da Tv, acesse: bit.co/FOSFAT2.

[09:52] ELA: Consigo te ajudar com algo mais?

Na verdade, a homenagem a Franz Kafka foi, apenas, pretensão da minha parte. Eu não teria capacidade imaginativa para criar um texto tão absurdo como o que vocês acabam de ler. Essa é a transcrição, ipsis litteris (inclusive com os erros de redação e repetição da minha interlocutora) das mensagens de WhatsApp, na minha inútil tentativa de entrar em contato com a empresa prestadora do serviço de televisão para quem eu devia o pagamento de uma fatura mensal. Não alterei nada, exceto, óbvio, meu CPF e outras informações que pudessem identificar, facilmente, essa companhia. “EU” é este colunista que lhes escreve; “ELA” é a credora da conta; “Tv” é o serviço cujo pagamento estava em atraso; a data mencionada no início é a data real do acontecimento e, entre colchetes, o horário registrado pelo aplicativo de mensagens. A situação foi kafkiana!

Pobre Josef K. É um símbolo!

Por Plínio Dias Zíngano
[Leia todas as colunas]