Leite inaugura duplicação da 239, recebe pedido por ciclovia e fala em concessão da rodovia

Geral

Governador esteve em Taquara, onde também recebeu cobrança por passarela na travessia do bairro Ideal.

A rápida passagem do governador Eduardo Leite, em Taquara, no começo da noite desta sexta-feira (20), foi marcada pela oficialização de propostas da atual administração gaúcha, como a intenção de repassar as estradas sob a tutela da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) para a iniciativa privada, o que inclui a ERS-239. Nesta rodovia, Leite inaugurou o primeiro trecho da duplicação, de 2,5 quilômetros, entre a avenida Sebastião Amoretti e o Arroio Tucanos, em Taquara. O ponto recebeu investimentos de R$ 17,5 milhões, em verbas provenientes do pedágio da EGR em Campo Bom. Leite ainda recebeu cobranças pela instalação de ciclovia e passarela.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Autoridades retiram cones marcando a entrega da obra e a liberação do trânsito.
Vinicius Linden / Jornal Panorama

O governador chegou por volta das 18h30min, de helicóptero, e desceu no quartel da Brigada Militar. Depois, se deslocou de carro até a rodovia, onde ocorreu a inauguração. Foi recebido por dezenas de políticos da região, e esteve acompanhado, no ato, do secretário estadual do Transportes, Juvir Costella, do diretor-presidente da EGR, Urbano Schmitt, e do prefeito em exercício de Taquara, Hélio Cardoso Neto. Leite recebeu explicações de Schmitt sobre as etapas para a obra e, depois, simbolicamente, efetuou a retirada de cones de sinalização, marcando a entrega da rodovia para o tráfego.

Autoridades explicam ao governador Eduardo Leite a obra realizada na 239.
Vinicius Linden / Jornal Panorama

Em entrevista à imprensa (assista no vídeo abaixo), Leite disse ser uma satisfação entregar a obra que considera importante, pois melhora a condição de fluxo e de segurança na rodovia, aprimorando o trânsito em direção a Rolante e atendendo uma área populosa de Taquara. O governador recebeu, durante sua passagem por Taquara, a reivindicação de instalação de uma passarela na altura do bairro Ideal, a fim de melhorar a travessia no local. Leite disse que “a questão da passarela está na ordem do dia, a EGR já faz os seus projetos, instalará um redutor mais imediatamente e seguirá com os estudos”.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Outra solicitação entregue foi por representantes da Associação Taquarense dos Amigos Ciclistas (Atac), que repassaram ao governador cópia de um procedimento que tramita no Ministério Público para apurar a falta de ciclovia na duplicação, o que contraria, segundo a entidade, legislações relacionadas à mobilidade urbana. Recentemente, a Promotoria de Taquara deu 30 dias para a EGR se manifestar sobre o assunto. O governador disse entender a demanda por ciclovia, mas descartou a obra, afirmando que não havia espaço físico para viabilizar a construção.

Questionado sobre o andamento da duplicação até Rolante, Leite disse que o investimento já realizado, a partir dos recursos do pedágio, foi importante e que a EGR permanece fazendo projetos. Segundo Leite, seu governo, por diretriz, trabalha para realizar demais investimentos em rodovias a partir de parcerias com o setor privado. A ideia é conceder todas as rodovias hoje administradas pela EGR, o que inclui a 239, à iniciativa privada, estabelecendo um plano de obras e investimentos. Na avaliação do chefe do Executivo estadual, as empresas privadas têm mais eficiência como operadoras e cabe ao poder público a regulação e fiscalização do contrato.

Membros da Atac presentes ao ato com governador entregaram cópia de procedimento em tramitação no Ministério Público. Vinicius Linden / Jornal Panorama