Eleição suplementar em Parobé custará R$ 130 mil

Geral

Candidatos poderão dar início à campanha eleitoral nesta terça-feira (28).

A eleição suplementar de 8 de março em Parobé custará em torno de R$ 131 mil. A informação foi divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Os valores serão utilizados desde a convocação de mesários, transporte das 121 urnas aos locais de votação, suporte técnico, diárias e horas extras aos servidores da Justiça Eleitoral envolvidos no pleito. A expectativa do TRE é de que 32 servidores da Justiça trabalhem no final de semana da eleição, e 407 colaboradores voluntários sejam chamados para atuação.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Nesta segunda-feira (27), foi o último dia para os candidatos escolhidos nas convenções partidárias da semana passada apresentaram o requerimento de registro. Também a partir desta semana, o Cartório Eleitoral de Taquara passa a funcionar em regime de plantão, aos sábados, domingos e feriados, das 15 às 19 horas.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A partiir desta segunda-feira, está vedada, na realização de inauguração, a contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos. Os candidatos também não podem comparecer a inaugurações de obras públicas. Há, ainda, uma série de restrições aos agentes públicos.

A partir desta terça-feira (28), está liberada a campanha eleitoral em Parobé. Os candidatos podem fazer, inclusive, propaganda pela internet, mas não podem pagar por este meio. Os partidos e coligações podem fazer funcionar, das 8 às 22 horas, alto-falantes ou amplificadores de som, em suas sedes ou em veículos. Comícios também podem ser realizados, sempre das 8 às 24 horas.

Os candidatos

1) Diego Picucha (PDT), a prefeito, e Alex Bora (PL), a vice-prefeito;
2) Gilberto Gomes Júnior (Republicanos), a prefeito, e Denilson Goulart (Republicanos), a vice-prefeito;
3) Maristela Rossato (PT), a prefeita, e Lodeir Souza (PT), a vice-prefeito;
4) Moacir Jagucheski (Cidadania), a prefeito, e Andreia Hennemann (Cidadania), a vice-prefeita;
5) Olavo de Vargas (PTB), a prefeito, e Nadir da Silveira, o Zé do Ouro (PTB), a vice-prefeito.