Empate em casa garante Igrejinha nas semifinais da Segunda Divisão


Vitória também aproxima o tricolor do Acesso em 2018


O empate em 1×1 entre o Esporte Clube Igrejinha e o Novo Horizonte, de Esteio, em partida realizada na tarde de ontem (12), no Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo, pela Segunda Divisão do Campeonato Gaúcho, dá vantagem no saldo qualificado para o tricolor do Vale do Paranhana. Neste domingo (16), às 15 horas, os dois times se enfrentam pela partida de volta das quartas de final.

Treino desta semana valorizou condicionamento físico e emocional. Foto: Cristiano Vargas

O torneio deste ano classificará o vice-líder e o campeão para a Divisão de Acesso em 2018, diferentemente de outras edições, em que apenas o grande vencedor ganhava a vaga. Com isso, aumenta as chances do tricolor do Paranhana, que precisa de empate sem gols contra o Novo Horizonte para se classificar às semifinais.

A última vez que o Igrejinha disputou a Divisão de Acesso foi em 1995. O sonho de retornar ao campeonato se intensificou nos últimos cinco anos. “Lutamos até aqui, vamos continuar lutando”, defendeu o presidente do clube, Ademir Stein. Nos 23 jogos do torneio em 2017 até aqui, o time se manteve em grande parte na liderança do grupo D do campeonato. O jogo de domingo é visto como o encerramento de um ciclo para conseguir a elite. “Retornar ao Acesso será um divisor de águas. A expectativa é chegar ao Gauchão até 2020”, almeja o presidente.

Os trabalhos para chegar à Segunda Divisão iniciaram há 10 anos, com o time juvenil projetado para alcançar o profissional. Em 2012, o clube esteve no campeonato, mas acabou deixando o torneio. No ano passado, com maior fôlego, foi às semifinais, quando perdeu para o Gaúcho de Passo Fundo. Agora, a expectativa é grande para um passo rumo ao Acesso.

O time está mais maduro em relação aos outros anos, conforme avaliou o técnico Everton Fabro. A média de idade dos jogadores passou de 20 anos – menor no campeonato passado – para 24 atualmente. A base de 2016 permanece a mesma, porém com a contração de seis novos jogadores. O elenco ganhou peso em experiência profissional com a chegada de Rodrigo Gral, 40 anos, com passagens pelo Grêmio, Juventude, Flamengo, Chapecoense e clubes internacionais.

Compartilhar nas redes sociais: