Ergonomia no trabalho: Como não sentir dor utilizando o computador, por Guilherme Schirmer da Costa

Informática

Leia o artigo do Guilherme Schirmer da Costa, com novidades sobre tecnologia.

Ergonomia no trabalho: Como não sentir dor utilizando o computador

Estamos passando pelas primeiras gerações que cresceram com um computador pessoal em casa e também passando pela primeira geração que sofre de dores crônicas graças a problemas causados pela falta de ergonomia no uso de dispositivos de tecnologia de informação em casa e no trabalho. O uso contínuo de computadores e smartphones, embora agilize grande parte dos processos humanos, do trabalho ao lazer, cobra seu preço ao ser utilizada em excesso. Devemos lembrar que aparelhos tecnológicos geralmente não são construídos levando em conta a ergonomia do usuário e mesmo as empresas de tecnologia da informação (TI) dão pouca atenção aos seus próprios funcionários quando o assunto é ergonomia. Sendo assim devemos manter a vigilância em relação ao nosso uso de computadores e smartphones, lembrar de coisas básicas como por exemplo, não ficar muito tempo sentado (o recomendado é andar 5 minutos para cada 30 minutos sentados) e beber água regularmente (o corpo hidratado pode evitar dores de cabeça e musculares). Além dessas dicas que parecem bem óbvias, gostaria de passar algumas informações mais específicas que podem evitar as famosas dores nas costas e pescoço, tão comuns para trabalhadores que utilizam computadores todos os dias.

Dica 1: Mantenha o monitor sempre ao nível da cabeça. Se você olha para baixo enquanto digita, você força o pescoço numa posição que torna-se incômoda a longo prazo. Para evitar a dor no pescoço, coloque uma base sobre o monitor. O mais simples é colocar alguns livros até o monitor ficar no nível dos olhos. Pra que utiliza notebook, a dica é utilizar uma base no notebook e um teclado USB para manter as mãos numa posição mais confortável. Já a distância vertical pode ser calculada de forma simples: A partir de 14 polegadas a distância deve ser mantida em 45 cm de distância. Soma-se 5 cm para cada polegada adicional.

Dica 2: Alinhe o teclado, mouse e monitor na linha do tronco. Para posicionar o monitor, basta sentar, alinhar os braços na linha do tronco e esticar as mãos até o monitor, o monitor deve estar centralizado na linha entre suas mãos. O teclado deve estar alinhado diretamente abaixo do monitor e o mouse a direita (ou esquerda se você for canhoto) do teclado.

Dica 3: Procure utilizar uma cadeira com descanso para os braços, de preferência com ajuste da altura do descanso. Isso cria uma base para os cotovelos e evita dores nos ombros e pescoço após um longo período utilizando o computador.

Dica 4: A cadeira deve ter um apoio confortável para as costas, preferencialmente ajustável. Se você tem dificuldade em manter a postura na cadeira, existem suportes lombares para dar apoio as costas. Algumas cadeiras já vem com o apoio lombar, mas na maioria das vezes, não é ajustável e pode se tornar desconfortável depois de um tempo.

Dica 5: Utilize computadores sempre em áreas bem iluminadas e ajuste o brilho do monitor conforme a iluminação externa. O brilho do computador é utilizado para melhorar a visualização da tela em ambientes com muita iluminação direta, evitando a criação de reflexo sobre a tela porém, o brilho gera uma iluminação forte na direção do usuário o que acaba cansando os olhos e gerando dor de cabeça.

Essas dicas foram retiradas do site da Organização Mundial do Trabalho que mantém diversos guias sobre ergonomia para diversas profissões.

Guilherme Schirmer da Costa
[Leia todas as colunas clicando aqui]

Comentários