EDUCAÇÃO

Escola do interior de Taquara busca recursos para apresentar projeto em Rondônia

Estudantes conquistaram classificação de projeto científico ao participar da Mostratec.
Com apresentação e vitória na Mostratec, estudantes conquistaram classificação para feira no Norte do país. Divulgação

“Estudo Etnobotânico de Plantas Medicinais da Comunidade de Padilha – Taquara/RS”. Este é título do projeto da Escola Municipal de Ensino Fundamental Júlio Maurer, localizado em Padilha, no interior taquarense, premiado na Mostratec 2018 com o quarto lugar na Categoria 3 – 7º ao 9º ano. Como reconhecimento, a escola recebeu credenciais para participar e apresentar o projeto na 5ª FEROCIT 2019 – Feira de Rondônia Científica de Inovação e Tecnologia, que será realizada no mês de agosto de 2019, no município de Porto Velho – Rondônia. Os responsáveis buscam apoio financeiro para representar a educação de Taquara no evento. Interessados podem entrar em contato pelo telefone da escola – 3542 9012.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




O projeto foi desenvolvido pelas estudantes Nicole Francine Peters, Leonarda Manuel Peters e Larissa Pires, coordenadas pela vice-diretora, professora, Melissa Vilches Pires, sendo apresentado, pela primeira vez, na I Feira Científica da Júlio Maurer – FEJUMA. E, em setembro, foi apresentado na 3ª Feira Municipal de Iniciação Científica de Taquara – FEMICTA, sendo, neste evento, premiado para participar da Mostratec.

Através de um levantamento das plantas medicinais locais, da coleta de informações com as famílias e com a comunidade local, bem como, do estudo científico destas plantas e todo o trabalho de campo, foi-se construindo a pesquisa, até a sua catalogação que servirá como base à população que queira conhecer e saber o real benefício de cada planta. “O nosso trabalho influencia pessoas a não abandonarem as plantas medicinais e conhecerem melhor seu uso”, destaca Nicole.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Comparando os relatos da comunidade com a literatura, foi possível confeccionar um material informativo digital e impresso para divulgação das espécies mais utilizadas. “A planta medicinal, na maioria das vezes, tem menos contraindicações que um remédio. Esse trabalho nos permitiu aprofundar e ajudar a criar um catálogo para que as pessoas possam recorrer às plantas com sabedoria”, concluiu Leonarda.

MOSTRATEC 2018

A Mostratec 2018 aconteceu em Novo Hamburgo dos dias 22 a 25 de outubro. O evento contou com a participação de 640 projetos de pesquisa, 420 da Mostratec e 220 da Mostratec Júnior, do Brasil e de vários países. A educação taquarense participou, da Mostratec Junior, com onze projetos e quatro deles foram classificados e premiados. Na Categoria 1 (1º ao 3º ano), o primeiro lugar ficou com o projeto “Os Pequenos e os Ninhos”, da EMEF Calisto Eolálio Letti; na Categoria 2 (4º ao 6º ano), o primeiro lugar foi para o projeto “A Metamorfose da Minha Professora”, da EMEF Nereu Wilhelms, e, na Categoria 3 (7º ao 9º ano), foram duas premiações, o terceiro lugar, para o projeto “Violência Contra a Mulher: Aqui a Gente Mete a Colher”, da EMEF Dr. Alípio Alfredo Sperb e o quarto lugar para o projeto “Estudo etnobotânico das plantas medicinais da comunidade de Padilha – Taquara/RS”, da EMEF Júlio Maurer.

SOBRE A FEROCIT
A FEROCIT é um evento científico de inovação tecnológica surgido da necessidade de popularização e incentivo da ciência no Estado de Rondônia, através da motivação de intercâmbio entre alunos pesquisadores, professores, orientadores e toda a sociedade de uma forma geral. É realizada pelo Governo do Estado de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação – SEDUC, em parceria com as Coordenadorias Regionais de Educação dos municípios-sede, e intuições estaduais, federais e privadas. Seleciona projetos científicos realizados por estudantes pesquisadores do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano), Ensino Médio (1º e 2º ano), Ensino Médio Integrado a Educação Profissional (1º, 2º e 3° ano), que participam de feiras credenciadas nacionais e internacionais como: MOSTRATEC – Novo Hamburgo, MILSET Brasil – Fortaleza, CIÊNCIA JOVEM – Olinda, FEBRACE – São Paulo, MOCINN e MCTEA – Pará, entre outras.