Temperatura agora:   14.5 °C   [+]

Família parobeense enfrenta dificuldades após homem sofrer acidente e ficar em estado vegetativo

A família de José Adir Matias, de 57 anos, tem enfrentado grandes dificuldades financeiras, após ele ter sofrido um acidente, na Avenida das Nações, no bairro Guarujá, em Parobé. Matias se envolveu em uma colisão com um automóvel, no dia 10 de novembro de 2019 e teve hemorragia encefálica, devido aos ferimentos, o que o deixou em estado vegetativo. A esposa de Matias, dona Eide Calioni Matias, de 49 anos, trabalhou por 25 anos coletando materiais recicláveis, porém, pela necessidade de acompanhar o marido durante as 24 horas do dia, ela não está podendo trabalhar.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Dona Eide disse que tem dois filhos, de 24 e 26 anos, que a ajudam diariamente cuidando do pai, mas eles precisam conseguir um trabalho, pois estão desempregados no momento, devido à pandemia de coronavírus. Conforme a mulher, os gastos com seu esposo são muito altos, cerca de R$ 3 mil por mês, mas a família não está conseguindo se manter, dada a situação de desemprego. Matias recebe um benefício de um salário mínimo (R$ 1045,00), por mês do Governo Federal, no entanto, seu esposo havia contraído muitas dividas e o valor chega a suas mãos pela metade.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Dona Eide relatou à reportagem do Jornal Panorama, que faz o que pode para cuidar do marido. “Eu tenho problemas no coração e sofro com obesidade, peso quase 200 kg. Eu não estou conseguindo dar conta de tudo. Preciso muito de qualquer ajuda, mas, principalmente, da ajuda de uma enfermeira ou de alguém que possa me ajudar a cuidar do meu esposo”, disse ela.

Além de não ter condições de contratar alguém para lhe ajudar, a mulher gostaria muito de construir um quarto para ele. Segundo ela, o espaço onde ele vive é pequeno e não possui um banheiro próximo. Para ela, proporcionar um pouco mais de conforto para seu esposo, com quem está casada há 30 anos, é o mínimo que pode fazer.

Dona Eide afirma que qualquer ajuda é bem vinda, seja de forma financeira ou através de doações como alimentos não perecíveis; produtos de higiene e limpeza; fraldas; lençóis; pomadas; álcool; produtos de necessidade básica.

A família divulgou uma conta bancária para ajuda financeira: Eide Verônica Calioni Caixa Econômica Federal Agência: 1391 Conta: 013 00012883-1

Para entrar em contato com a família e encaminhar doações de produtos, os telefones são os seguintes: (51) 99500-3728 (Eide); (51) 98541-2428 (Edilson).

Confira o vídeo com o pedido de ajuda: