Flávio Ramos conquista premiação em festival de música sertaneja


Compositor taquarense venceu festival realizado em Campo Bom.


Flavio Ramos (à esquerda) com organizadores do festival recebendo premiação de melhor letra. Divulgação

TAQUARA – Responsável pela idealização do festival sertanejo atualmente realizado em Campo Bom, o taquarense Flávio Ramos teve dois trabalhos premiados no concurso deste ano. Conquistou o primeiro lugar com a música inédita “Plano Covarde”, interpretada pelo filho Flávio Eduardo em dupla com Tiago Ludwig, e também venceu como melhor letra com a música Poça D’Água, interpretada pela dupla Marco Antônio e Maciel, de Novo Hamburgo. O festival divulgou seus vencedores em 29 de outubro.

Flávio Ramos contou, em entrevista ao programa Painel 1490, da Rádio Taquara, que possui ligação com o festival campo-bonense desde a sua criação. Isso porque, o evento deriva de um festival que Flávio organizou em Taquara, no ano de 1998. Naquela época, apesar de bem sucedido, com expressiva participação de duplas, a administração de Taquara, comandada pelo então prefeito Tito Lívio Jaeger, optou por não apostar no evento. Flávio conta que deixou o projeto engavetado até 2002, quando um vereador de Campo Bom, seu amigo, o procurou perguntando se ainda tinha o projeto e se poderia franquear o acesso. Sem a perspectiva de ser realizado em Taquara, Flávio cedeu o projeto e o festival, então, é realizado em Campo Bom desde 2003, a cada dois anos. Já teve oito edições e, hoje, se consolidou como um dos principais eventos sertanejos do país, tendo recebido duplas de renome ao longo de sua trajetória.

 

Flávio Eduardo e Tiago Ludwig (ao centro), com organizadores do concurso, recebem título de melhor música de festival sertanejo. Divulgação

Neste ano, Flávio não integrou a comissão organizadora e, por isso, pode inscrever seus próprios trabalhos para concorrer. Na categoria música inédita, inscreveu “Plano Covarde”, criada faltando três dias para a data do término das inscrições. “O Flávio Eduardo (filho) disse que participaríamos do festival e pediu uma letra. Escrevi, eles colocaram a música e enviaram a inscrição às 17 horas do último dia para formalizar o cadastro”, conta Flávio. Depois, Flávio Eduardo e Tiago tiveram alguns dias para ensaiar a apresentação que garantiu a eles o título de melhor música do festival. Já Poça D’Água foi uma música cedida à dupla de Novo Hamburgo, com que Flávio conquistou o título de melhor letra da competição.

O taquarense ressaltou a satisfação em vencer o festival, destacando que abre novas portas, mas fez questão de dizer que todos os competidores apresentaram excelentes trabalhos no evento. O concurso teve três dias de duração, sendo dois de eliminatórias e um para a final. A iniciativa é da Prefeitura de Campo Bom.

Compartilhar nas redes sociais: