Temperatura agora:   13.1 °C   [+]

Hospital de Taquara divulga nota e nega suspeita de Covid-19 em mulher que morreu

A Associação Hospitalar Vila Nova (AHVN), gestora do Hospital Bom Jesus de Taquara, divulgou nota, neste sábado (9), em relação à morte de uma mulher de 48 anos na casa de saúde. Como divulgado pela reportagem do Jornal Panorama, com base em informações repassadas pelo secretário de Saúde, Vanderlei Petry, o médico teria atestado suspeita de Covid-19, mas o hospital, na nota divulgada, nega essa hipótese. “A gestora do hospital informa também que, analisando boletim de atendimento e discutindo o caso clínico, os médicos responsáveis entendem que a causa da morte foi insuficiência respiratória aguda, septicemia, pneumonia bacteriana, sem suspeita de Covid-19”.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




O hospital afirma que a paciente seria moradora de rua e dependente química e chegou à casa de saúde, no dia 7 de maio, em “mau estado geral, […], emagrecida”. Segundo a nota, durante a internação, foram realizados raio-X de tórax e exame laboratoriais de rotina, como hemograma, que apontou infecção. No atendimento, o médico plantonista não solicitou coleta para a realização de testagem para Covid-19. O óbito foi confirmado às 20h45min do mesmo dia.

Segundo o texto divulgado, a Vigilância Sanitária de Taquara foi acionada pelo secretário de Saúde, Vanderlei Petry, que tomou as medidas necessárias de isolamento dos contatos da paciente e encaminhamento para exames, caso algum dos familiares apresente sintomas de infecção por coronavírus. “O médico, que realizou o atendimento, também, foi devidamente orientado segundo normas internas da instituição”, acrescenta a entidade.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Ainda na nota, que é assinada por Dirceu Beltrame Dal’Molin, presidente da Vila Nova, e Jaime Guedes Silveira, diretor médico, a Associação “renova e reforça e compromisso de reerguimento do Hospital Bom Jesus, juntamente com o prefeito Tito Lívio Jaeger Filho e toda a equipe da Secretaria Municipal de Saúde, liderada por Vanderlei Petry”.

Segue o texto divulgado pela Associação, na íntegra:

Nota à imprensa

A Associação Hospitalar Vila Nova (AHVN), gestora do Hospital Bom Jesus de Taquara, vem a público esclarecer sobre a morte da paciente M. R. de S., de 48 anos. Moradora de rua e dependente química, chegou ao hospital em 7 de maio, apresentando mau estado geral, […] e emagrecida.

Durante a internação, foram realizados raio-X de tórax e exames laboratoriais de rotina (hemograma, que apontou infecção). No atendimento, o médico plantonista não solicitou coleta para a realização de testagem para Covid-19. Portadora de HIV, teve o óbito confirmado às 20 horas e 45 minutos do mesmo dia.

A Vigilância Sanitária de Taquara foi acionada pelo secretário municipal de Saúde, Vanderlei Petry, que tomou as medidas necessárias de isolamento dos contatos da paciente e encaminhamento para exames, caso algum dos familiares apresente sintomas de infecção por coronavírus. O médico, que realizou o atendimento, também foi devidamente orientado segundo normas internas da instituição.

A gestora do hospital informa também que, analisando boletim de atendimento e discutindo o caso clínico, os médicos responsáveis entendem que a causa da morte foi insuficiência respiratória aguda, septicemia, pneumonia bacteriana, sem suspeita de Covid-19.

A AHVN renova e reforça o compromisso de reerguimento do Hospital Bom Jesus, juntamente com prefeito Tito Lívio Jaeger Filho e toda a equipe da Secretaria Municipal de Saúde, liderada por Vanderlei Petry.

Dirceu Beltrame Dal’Molin, presidente da AHVN
Jaime Guedes Silveira, diretor médico