Hospital de Taquara retoma internações, exames e UTI

Geral

Casa de saúde mantém outros serviços paralisados devido a atraso em repasses.

O Hospital Bom Jesus, de Taquara, informou nesta terça-feira (20) a retomada das internações clínicas e do atendimento na Unidade de Tratatamento Intensivo (UTI). Também foram retomados os exames de endoscopia e colonoscopia, com a realização de um mutirão que está sendo ajustado com o setor de regulação da 1ª Coordenadoria Regional de Saúde. Os demais serviços da casa de saúde continuam paralisados, uma vez que, segundo o hospital, o repasse de recursos feito pelo governo do Estado no dia 12 de novembro não foi suficiente para modificar a situação. Os serviços foram retomados na segunda-feira (19).


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Em nota, o hospital informou que os atrasos nos repasses são recorrentes desde a competência de julho, o que causa restrições de condições técnicas na instituição, não sendo possível, ainda, quitar o valor total da folha de pagamento dos colaboradores. Nesta terça-feira, o governo efetuou um novo depósito, mas o hospital afirmou que é irrisório diante do passivo ainda pendente. “Informamos que tão logo os pagamentos sejam efetivamente regularizados, os atendimentos ainda paralisados serão retomados”, destaca o texto da Associação Silvio Scopel, atual gestora da casa de saúde.

Com relação a alimentos, o hospital informou a realização de uma ação solidária de arrecadação em parceria com o Consulado Colorado de Taquara. A iniciativa ocorreu junto ao Atacado Leia e às lojas da Rede Müller e Rissul, sendo possível obter três mil quilos de alimentos.”Essa campanha visou a sustentabilidade financeira diante desse momento delicado de nosso hospital, tornando possível a viabilidade de abertura de alguns serviços que encontravam-se paralisados, conforme já citamos”, explicou a entidade.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Em entrevista ao programa Painel 1490, da Rádio Taquara, nesta terça-feira (20), o secretário municipal de Saúde de Taquara, Vanderlei Petry, disse que, nesta quarta-feira, haverá reunião regional para discutir competências em relação ao Hospital Bom Jesus. Segundo ele, Taquara entrará no encontro com a decisão de não deixar que municípios da região tirem serviços que hoje são prestados pela casa de saúde do município. Petry enfatizou que o principal problema do hospital taquarense é o déficit gerado pelo expressivo atraso de recursos do governo do Estado. Conforme o secretário, embora alguns serviços tenham sido retomados, outros ainda estão sendo encaminhados para outras casas de saúde da região, caso de Parobé, que está atendendo as obstetrícias.