Temperatura agora:   3.5 °C   [+]

Mulher morre no hospital de Taquara e médico suspeita de Covid-19; casa de saúde não realizou o teste

Uma mulher morreu no Hospital Bom Jesus, de Taquara, na noite desta quinta-feira (7), e o médico que atestou o óbito relatou a suspeita de que a morte tenha sido por coronavírus (Covid-19). A vítima, de 48 anos, deu entrada na casa de saúde na quarta-feira (6).


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


De acordo com o secretário municipal de Saúde, Vanderlei Petry, a mulher, que vivia em situação de rua, sofria com algumas comorbidades. “Ao óbito, o médico que atendeu a paciente atestou a possibilidade de sua morte ter sido causada pelo novo coronavírus, mas não se fez a coleta de material para a realização do teste”, afirma Petry.

Questionado pela reportagem do Jornal Panorama sobre o porquê de não ter sido realizada a coleta, o secretário municipal relatou que teve uma conversa com o diretor do hospital, Dirceu Dalmolin, sobre o assunto. “Ele [diretor] me informou que foi uma conduta médica, porém, o óbito veio antes da realização da coleta”, disse o secretário.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Petry acrescentou que, tão logo a Secretaria Municipal de Saúde de Taquara obteve a informação do caso, imediatamente realizou o rastreamento e passou a monitorar todas as pessoas que tiveram contato com a vítima, inclusive, realizando um teste rápido para a detecção de possível contaminação.

A assessoria de imprensa do Hospital Bom Jesus também foi contatada pelo Panorama e informou que “a paciente estava em situação de rua e era etilista [alcoolismo]. Ela foi a óbito logo após adentrar ao hospital”. Ainda conforme a assessoria, um exame de raio-x foi realizado, porém não apresentou alterações significativas. Um exame pós-mortem também não pôde ser feito, pois já havia se passado mais de 10 horas. Por norma editorial, o Jornal Panorama não divulga o nome de pacientes para esses tipos de casos.

ATUALIZAÇÃO: A Associação Hospitalar Vila Nova (AHVN), gestora do Hospital Bom Jesus de Taquara, divulgou nota, neste sábado (9), em relação à morte de uma mulher de 48 anos na casa de saúde. Como divulgado pela reportagem do Jornal Panorama, com base em informações repassadas pelo secretário de Saúde, Vanderlei Petry, o médico teria atestado suspeita de Covid-19, mas o hospital, na nota divulgada, nega essa hipótese. “A gestora do hospital informa também que, analisando boletim de atendimento e discutindo o caso clínico, os médicos responsáveis entendem que a causa da morte foi insuficiência respiratória aguda, septicemia, pneumonia bacteriana, sem suspeita de Covid-19”. [VEJA A ÍNTEGRA]