Operação da Polícia Civil em frigoríficos apreendeu meia tonelada de carne imprópria para o consumo

Operação da Polícia Civil foi realizada em Taquara e Parobé.

Nesta terça-feira (12), a Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab) de Bagé e com apoio da Secretaria Estadual de Agricultura e do Departamento de Polícia do Interior (DPI), cumpriu 25 ordens judiciais, entre elas buscas e quebras de sigilo. Por mais de oito meses a equipe da Decrab/Bagé monitorou e descobriu o que considera um grande esquema criminoso, composto por vários frigoríficos e estabelecimentos comerciais, especializados no comércio de carne sem procedência; imprópria para o consumo humano; e de animais furtados.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Segundo a polícia, ficou constatado que em diversas oportunidades foi recebido em um dos frigoríficos investigados, animais que já estavam em óbito quando deram entrada na empresa, ou seja não foram abatidos e sim carneados após terem chegados mortos no frigorífico. No curso dos oito meses de investigação, já foram apreendidos pela Polícia Civil e Vigilância Sanitária de Taquara aproximadamente 10 toneladas de carne imprópria para o consumo humano e equipamentos utilizados para falsificação de carimbos e embalagens de carne bovina.

Ao todo foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão, entre eles cinco em frigoríficos e três em estabelecimentos comerciais de vendas a varejo, tendo sido apreendidos 500Kg de carne imprópria para o consumo humano. Os nomes dos estabelecimentos não foram revelados pela polícia.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE