Pacientes faltam e mais de 500 consultas não são realizadas em Rolante

Página 2

Um problema que tem nome difícil, mas é muito comum na região, voltou a ser relatado nesta segunda-feira (11). Trata-se do absenteísmo, ou seja, a falta de pacientes a consultas marcadas na rede de saúde. A Prefeitura de Rolante informou que 503 consultas deixaram de ser realizadas em maio em função de que os pacientes não compareceram. Segundo a administração, estas consultas podem fazer falta para alguém. A Prefeitura pediu, mais uma vez, que os pacientes comuniquem previamente na eventualidade de não conseguirem comparecer para as consultas marcadas.




A coluna Página Dois tem o objetivo de apresentar bastidores da região e informações remetidas pelos leitores.