Palestra aborda “Tipos e natureza da violência contra a mulher” em Taquara

Geral

Atividade nesta segunda-feira (26) integrou programação dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher.

Assistente social Eliete Falcão falou sobre os tipos de violência contra a mulher. Divulgação/Magda Rabie

Integrando a programação dos 16 dias de Ativismo pelo fim da violência contra a Mulher, que leva o tema “Viver em paz é viver sem medo”, ocorreu, na manhã desta segunda-feira (26), no Centro Educacional Indio Brasileiro Cesar, em Taquara, a palestra “Tipos e natureza da Violência contra a Mulher”, ministrada pela assistente social da Secretaria Municipal de Saúde, Eliete Ribeiro Falcão. O evento foi coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




O próximo evento, “Cantando e Encantando para as Mulheres de Taquara” ocorre nesta terça-feira (27), às 18 horas, na Rua Coberta, com espetáculo musical de Ruan Victor e Thiago, e palestra apresentada por Taís Pras Cardoso. Este evento tem a coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Social – CRAS/ CREAS.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Durante a palestra, a assistente social comentou sobre os pretextos que levam os homens à violência, sendo uma das causas o ciúme, que leva as mulheres a passarem por situações de muita humilhação. Eliete também destacou os diversos tipos de violência sofridos como a física, sexual, psicológica, moral, abandono, financeira e patrimonial. “Não importa o tipo de violência, o importante é denunciar, jamais ficar calado perante as covardias feitas. Não podemos ser coniventes com o que vemos, e, como profissionais temos que sermos fortes e orientar as vítimas sobre como proceder nestes casos. A violência psicológica é tão grave quanto a física, e vai matando a mulher aos poucos, deixando-a em isolamento social, a levando a mutilações ao próprio corpo e até ao suicídio”.

Eliete falou ainda sobre a Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006), que cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. “A maior conquista da Maria da Penha foi a conscientização de que a violência contra a mulher é crime”, afirmou. O evento contou com as presenças da diretora de Saúde, Solange Vargas; do enfermeiro técnico responsável pela Secretaria Municipal de Saúde, Jorge Amaral e da enfermeira responsável pelo setor da Saúde da Mulher, Maria Cândida Nunes Peres, além de funcionários da Secretaria Municipal de Saúde.

Enfermeira responsável pelo setor da Saúde da Mulher, Maria Cândida, e a assistente social Eliete Falcão durante evento no Centro Educacional. Divulgação/Magda Rabie

Os 16 dias de Ativismo pelo fim da violência contra a mulher, iniciou em 20 de novembro, e, segue até 10 de dezembro com intensa programação, sendo promovido pela Prefeitura Municipal de Taquara uma realização e pela Câmara Municipal de Vereadores de Taquara, com iniciativa da Frente Parlamentar de Jovens pelo Fim da Violência contra a Mulher.

📅 Próximos eventos do 16 dias de Ativismo pelo fim da violência contra a mulher:

28/11 – A Beleza da Mulher, onde está?

Local: Studio D’ellas – Rua Mundo Novo, 125 – Bairro Mundo Novo

Horário: 18 horas

Coordenação: Studio Dellas

…………………………………………………..

29/11 – Comissão da Mulher Advogada (CMA) OAB/RS Subseção Taquara

Horário e local: a definir

…………………………………………………..

30/11 – Formatura das Meninas do Projeto Meninas Cidadãs e Exposição de Fotos do Projeto

Local: Centro Educacional Índio Brasileiro Cesar

Horário: 19 horas

Coordenação: Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes.

…………………………………………………..

01/12 – Roda de Conversa: A Empregabilidade da Mulher Trans

Local: Pátio do Espaço Paranhana – Pinheiro Machado, 1438

Horário: 16 horas

Coordenação: Coletivo Desperta LGBTQ+

…………………………………………………..

02/12 – Mina Vota em Mina: O protagonismo feminino na militância política

Local: Pátio do Espaço Paranhana – Pinheiro Machado, 1438

Horário: 15 horas

Coordenação: Coletivo Feminista Desperta, Coletivo Afrojuventude, Coletivo Ocupação Feminista, Canal Segundo sexo Também Fala

…………………………………………………..

04/12 – Documentário A Voz do Quilombo

Local: Foro Justiça do Trabalho

Rua Federação, 1870.

Horário: 19 horas

Coordenação: Justiça do trabalho

…………………………………………………..

05/12 – Bate – papo: Falando sobre Violência, medo e silêncio

Local: Colégio Theóphilo Sauer

Horário: 18 horas

Coordenação: Coordenação do Curso de Psicologia da Faccat

…………………………………………………..

06/12 – Precisamos falar da saúde da Mulher

Local: Salão Comunidade Schalon Morro da Cruz

Horário: 15 horas

Coordenação: Coordenação do Curso de Enfermagem da Faccat e Associação de Moradores do Bairro Morro da Cruz

…………………………………………………..

07/12 – Documentário He for She – Onu Mulheres

Local: Centro Educacional Índio Brasileiro Cesar

Horário: 19:30 horas

Coordenação – Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa e Comitê Impulsionador He for She RS

…………………………………………………..

08/12 – Jovens Debatem a Condição da Jovem Mulher

EMEF Zeferino Vicente Neves Filho (Importância da Mulher da Segunda Guerra Mundial)

EMEF Getúlio Vargas (Automutilação e depressão Adolescente)

EMEF Alípio Alfredo Sperb (Em Briga de Marido e Mulher metemos a Colher)

Colégio Santa Teresinha (Mulher e Mídia)

Colégio industrial Monteiro Lobato – Cimol (Aplicativo de Combate a Violência Contra a Mulher)

Local: Centro Educacional Indio Brasileiro Cesar

Horário: 9 horas

Coordenação: Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes

…………………………………………………..

09/12 – Atividade Cultural e Jogo de Futebol de Gurias

Local: Parque do Trabalhador

Horário: 15 horas

Coordenação: Diretoria de Cultura e UTFF

…………………………………………………..

10/12 – Dia Internacional de Direitos Humanos

Apresentação do Vídeo: Em Briga de Marido e Mulher Metemos a Colher – EMEF Alípio Sperb

Apresentação dos dados do Projeto Meninas cidadãs

Apresentação do Documentário: O Início da Minha Construção como Mulher

Texto e entrevista: Mônica Facio

Imagens, produção e edição: Iara Steffens

Horário: 16 horas

Coordenação: Frente Parlamentar de Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher