Parceria entre Prefeitura e TCA ampliará monitoramento por câmeras em Taquara

Geral

Empresa cederá imagens aos órgãos de segurança em troca do uso de postes e suportes públicos.

Imagens de uma das câmeras instaladas em Taquara, na avenida Sebastião Amoretti. Reprodução

O monitoramento por câmeras em Taquara terá uma significativa expansão a partir de uma Parceria Público-Privada (PPP) anuncia nesta sexta-feira (21). A Prefeitura de Taquara firmou parceria com a empresa TCA Informática para a instalação de câmeras utilizando suportes como semáforos, postes e outros equipamentos públicos. Estes espaços serão cedidos sem custos à empresa, que fará a instalação das câmeras e disponibilizará as imagens, também sem custo, aos órgãos de segurança e à administração pública. Além disso, o monitoramento será um serviço aos assinantes do serviço de internet da TCA.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A iniciativa também tem o apoio da empresa Mattos Monitoramento, que possui rede de internet no interior de Taquara. O anúncio da parceria foi feito pelo prefeito Tito Lívio Jaeger Filho, o secretário municipal de Segurança e Trânsito, Lorival da Rosa, e o diretor da TCA, Carlos Henrique Linden, em entrevista ao programa Painel 1490, da Rádio Taquara. Segundo eles, em um primeiro momento, serão 32 câmeras instaladas em pontos estratégicos de Taquara, combinados a partir da oferta de internet fibra óptica em parceria com a Prefeitura.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O prefeito Tito disse que, a partir das dificuldades financeiras, a administração municipal busca alternativas para questões importantes para a comunidade, como é o caso da segurança pública, uma incumbência do governo estadual, mas que a administração municipal ajuda na medida do possível. O diretor da TCA enfatizou que a empresa participou do processo a partir de suas ações comunitárias, como uma companhia que busca se inserir junto à sociedade e participar ativamente das questões da comunidade. Segundo Carlos Linden, em um primeiro momento, o acesso às imagens está aberto, mas depois será restrito aos assinantes dos serviços da TCA e da Mattos Monitoramento. A ideia é expandir o número de câmeras para mais de 100 equipamentos em Taquara, abrangendo a zona urbana e o interior, o que ocorrerá no decorrer do desenvolvimento do projeto.

Não haverá custos para a Prefeitura, que poderá acessar as imagens, que também ficarão gravadas e à disposição dos órgãos de segurança, como a Brigada Militar e a Polícia Civil. O acesso às imagens gravadas será exclusivo das autoridades públicas devido ao respeito a questões como a privacidade. A autorização concedida à TCA vale por cinco anos, podendo ser prorrogada. Outra exigência é de que a empresa instale placas cientificando a comunidade de que se trata de um ambiente monitorado.

Carlos, Lorival e o prefeito Tito explicaram que as 32 câmeras que inicialmente estão sendo instaladas serão independentes e não terão ligação com o sistema até então em funcionamento em Taquara, embora os órgãos públicos tenham acesso igualmente as imagens. O sistema das 20 câmeras de Taquara continua da mesma forma, sendo que, atualmente, 18 estão funcionando e duas em conserto. Somando os dois sistemas, Taquara passará a contar, neste primeiro momento, com 52 câmeras. Para os responsáveis, trata-se de um forte incremento à segurança pública, à medida que o fato de saber que está sendo monitorado, inibe a realização de muitos crimes pelos delinquentes.

Enquanto o serviço está liberado à comunidade, o acesso às câmeras pode ser feito pelo seguinte link: https://www.tca.com.br/cameras-tca/.

AO VIVOEntrevista com o prefeito de Taquara, Tito Lívio Jaeger Filho, o secretário de Segurança, Lorival da Rosa, e o diretor da TCA, Carlos Linden, sobre sistema de videomonitoramento em Taquara.

Publicado por Jornal Panorama e Rádio Taquara em Sexta-feira, 21 de dezembro de 2018