Temperatura agora:   20.6 °C   [+]

Produção agroecológica e educação alimentar foram pauta de discussões em Taquara

Incluídos no relato que concedeu a Taquara destaque no prêmio “Boas Práticas de Agricultura Familiar para Alimentação Escolar”, do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), a produção agroecológica e a educação alimentar escolar foram dois dos tópicos que estão sendo bastante discutidos durante a 1ª Semana da Alimentação de Taquara, que segue encerrou nesta sexta-feira. Organizado pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes (SMECE), o evento ocorreu paralelamente à 15ª Semana da Alimentação do Rio Grande do Sul e teve como tema central “Rumo à consciência alimentar”.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Na segunda-feira (16), Dia Mundial da Alimentação, durante a abertura da 1ª Semana da Alimentação de Taquara, ocorrida no Centro Educacional Índio Brasileiro Cezar, o prefeito Tito Livio Jaeger Filho falou sobre a satisfação de ver um projeto voltado para os estudantes do município receber todo esse destaque nacional. “Fico muito feliz com essas ações que estão sendo realizadas nas escolas, que melhoraram ainda mais a alimentação de nossas crianças e adolescentes, e também estão contribuindo com a agricultura familiar em Taquara, já que atualmente 75% da merenda escolar é composta por alimentos comercializados por nossos produtores rurais”, informou o prefeito de Taquara.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A importância de ingerirmos alimentos agroecológicos também foi muito discutida pelo presidente da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (AGAPAN), Francisco Milanez, convidado especial na abertura da programação do evento. “Muito além dos alimentos orgânicos, que são oriundos de um processo extrativista sustentável, a agroecologia tem como base as práticas alimentares que respeitam a diversidade cultural e que priorizam a utilização dos recursos naturais com mais consciência”, explicou Milanez.

A programação da 1ª Semana da Alimentação de Taquara incluiu ainda uma palestra voltada aos diretores e coordenadores pedagógicos da rede municipal de ensino, com Ana Luiza Scarparo, que abordou “O papel dos educadores na concretização das políticas de educação nutricional na escola”. Na manhã de quarta-feira (18), reunidos na Câmara de Vereadores de Taquara, diversos representantes das escolas da rede municipal participaram de uma mesa redonda com as nutricionistas Fabíola Andriola e Mônica Broilo, que falaram sobre “A consciência alimentar no âmbito escolar”, ações que podem contribuir consideravelmente com a diminuição no número de crianças obesas no país.

Segundo a nutricionista da SMECE, Lilian Córdova Alves, que juntamente com o secretário de Educação, Antônio Edmar Teixeira de Holanda, e a equipe do Setor de Alimentação, elaborou a programação, a 1ª Semana da Alimentação já teve uma repercussão positiva antes mesmo de iniciar. “Além do prêmio que recebemos em Brasília, Taquara também foi convidada pela Universidade Feevale para escrever sobre nossas ações e, se nosso resumo for aprovado, de acordo com critérios estabelecidos pelos avaliadores, posteriormente será elaborado um pôster que será apresentado na XIII Jornada de Nutrição da universidade, nos dias 7 e 8 de novembro”, comemora a nutricionista da secretaria de Educação.

Discussões foram realizadas na segunda-feira no Centro Índio Brasileiro Cezar. Divulgação/Cleusa Silva