EDUCAÇÃO

Professor da PUC palestra sobre sustentabilidade em aula magna da Faccat

Ladislau Dowbor falou para mais de mil acadêmicos da instituição de ensino de Taquara.
Ladislau falou sobre o tema “Os desafios da sustentabilidade”. Divulgação/Claucia Ferreira/Faccat

Mais de mil acadêmicos das Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) participaram da aula magna dos cursos de graduação na noite de segunda-feira, dia 11, no Centro de Eventos da Faccat. Com a temática “Os desafios da sustentabilidade”, a palestra foi ministrada pelo renomado professor Ladislau Dowbor, da PUC/São Paulo.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A atividade teve por objetivo proporcionar uma oportunidade de reflexão sobre questões de sustentabilidade para a humanidade. “Somos uma mistura de nossas vivências com a ciência. De certa forma estamos interligados. E atualmente nosso maior desafio é a sustentabilidade, que é vital. O sistema financeiro é o desafio social-econômico”, alerta o professor Ladislau.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Compondo a mesa oficial, participaram da palestra o diretor-geral da Faccat, Delmar Henrique Backes; o presidente da Fundação Educacional Encosta Inferior do Nordeste (Feeein), Nicolau Rodrigues da Silveira; vice-diretora de Graduação, professora Carine Raquel Backes Dörr; vice-diretor de Extensão e Assuntos Comunitários, professor Dorneles Sita Fagundes; e o vice-diretor de Administração e Finanças, professora Sérgio Nikolay.

Engajamento no aprendizado

Na opinião do diretor-geral da Faccat, Delmar Henrique Backes, o acadêmico deve aproveitar cada momento de aprendizagem na Instituição de Ensino para enriquecer o conhecimento e se tornar um profissional consciente de seus atos. “Fazer um curso superior não é, apensas, olhar para o final, para o diploma, mas é necessário aproveitar de todas as formas possíveis os aprendizados. Invistam na qualidade de ensino que vocês têm e façam o melhor possível para ajudarmos a nossa pequena espaçonave que é a Terra, que por si só sofre pela irresponsabilidade das pessoas”, aconselha o diretor.

Quem é Ladislau Dowbor

Ladislau Dowbor é formado em economia política pela Universidade de Lausanne, Suíça; Doutor em Ciências Econômicas pela Escola Central de Planejamento e Estatística de Varsóvia, Polônia. Atualmente, professor titular no departamento de pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, nas áreas de economia e administração. Presta consultoria a diversas agências das Nações Unidas, governos e municípios, além de várias organizações do sistema “S” Também é Conselheiro do Instituto Polis, Idec, Instituto Paulo Freire, Conselho da Cidade de São Paulo e outras instituições.

A sua área principal de atuação é o ensino e organização de sistemas de planejamento. Nos anos 1970, foi professor de finanças públicas na Universidade de Coimbra e coordenador técnico do Ministério de Planejamento de Guiné-Bissau.

Foi consultor do Secretário Geral da ONU, na área de Assuntos Políticos Especiais nos anos de 1980 e 1981. Dirigiu vários projetos de organização de sistemas de gestão econômica, na qualidade de Assessor Técnico Principal de projetos das Nações Unidas, em particular na Guiné Equatorial e na Nicarágua. É consultor de vários governos, particularmente para a organização de sistemas descentralizados de gestão econômica e social, a exemplo da Costa Rica, Equador e África do Sul.

Foi Secretário de Negócios Extraordinários da Prefeitura de São Paulo, respondendo em particular pelas áreas de meio ambiente e de relações internacionais.

É autor e co-autor de cerca de 40 livros, e de numerosos artigos. Recentemente, suas pesquisas giram em torno das dinâmicas do sistema financeiro nacional e internacional. Deste estudo já foram publicados os seguintes livros: “A Era do Capital Improdutivo” (2017), “Os estranhos caminhos do dinheiro” (2013), “O pão nosso de cada dia: os processos produtivos no Brasil” (2015) e “Juros extorsivos no Brasil: como o brasileiro perdeu o poder de compra” (2016). Toda sua produção está disponível na home-page dowbor.org.