Temperatura agora:   15.3 °C   [+]

Profissionais da Secretaria de Saúde de Taquara participam de capacitação sobre o coronavírus

Profissionais da saúde pública de Taquara puderam esclarecer diversas dúvidas sobre o coronavírus. Foto: Cleusa Silva/ Divulgação.

Antes mesmo do aparecimento de um possível caso de coronavírus no Rio Grande do Sul, a Secretaria Municipal de Saúde de Taquara já vem preparando seus profissionais para que, na menor das desconfianças, utilizem todas as medidas de precaução padrão, orientadas pelo Ministério da Saúde, e também possam esclarecer todas as dúvidas da comunidade sobre essa doença que está causando medo na população de diversos países.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Pertencente a uma família de vírus que provoca infecções respiratórias, o novo agente do coronavírus, o SARS-CoV-2, foi descoberto na China, no final de dezembro de 2019, e as investigações sobre todas as suas formas de transmissão ainda estão em andamento. Sabe-se que a disseminação de pessoa para pessoa, por meio de gotículas respiratórias ou contato, está ocorrendo de forma continuada.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Podendo causar doenças graves com impacto importante na saúde pública, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), identificada em 2002, e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), identificada em 2012, o Ministério da Saúde orienta todas as secretarias de saúde do país que, em caso de suspeita do diagnóstico do novo coronavírus, seja feita a coleta de duas amostras de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro), que devem ser encaminhadas com urgência para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) e ao Centro Nacional de Influenza (NIC – sigla em inglês para National Influenza Center).

Mesmo sem ter nenhum caso comprovado no Rio Grande do Sul, o primeiro caso no Brasil e em toda a América Latina só foi confirmado nesta quarta-feira (26), a Secretaria Municipal de Saúde de Taquara promoveu no último dia 14, no auditório da Sesc Taquara, uma capacitação voltada aos enfermeiros e médicos que atendem na rede pública de saúde do município.

Durante a palestra, ministrada pelo médico infectologista da Secretaria Municipal de Saúde, Rafael Missio, os profissionais da saúde puderam esclarecer todas as dúvidas sobre os sintomas, diagnóstico e tratamento da doença provocada pelo coronavírus, principalmente sobre as características dos sintomas semelhantes a um resfriado.

“O Ministério da Saúde tem desmentido diversos boatos que circulam pela internet sobre possíveis casos do coronavírus em todo o país, informações falsas que servem apenas para causar pânico na população. E vocês agora estão aptos para identificar reais suspeitas do coronavírus e, mais do que isso, estão preparados para atender esses casos de forma adequada, caso apareça alguma suspeita em Taquara”, assegurou doutor Rafael.

Além deste caso positivo de coronavírus confirmado pelo Ministério da Saúde, nesta quarta-feira, há outros 20 casos em investigação e 59 suspeitas já foram descartadas. O único caso de suspeita do novo coronavírus no Rio Grande do Sul, de uma menina de dois anos, moradora de Novo Hamburgo que esteve em viagem a China, foi descartado na última quinta-feira (20), após a divulgação do resultado de um exame realizado no laboratório Fiocruz, no Rio de Janeiro.