Projeto acadêmico propõe Parque Cascata de Solitária para potencializar o turismo

Iniciativa foi desenvolvida pelo arquiteto Roger Samuel da Silva como trabalho de conclusão.
Arquiteto Roger expõe projeto junto à Câmara de Vereadores de Igrejinha. Divulgação

A noite de segunda-feira (18) reservou felicidade e empolgação com a apresentação do projeto do Parque Cascata de Solitária. Idealizado como trabalho de conclusão de faculdade de Roger Samuel da Silva, hoje formado arquiteto, a proposta busca potencializar a região da “Cascatinha”, em Igrejinha, ampliando seu potencial turístico, tornando-o destaque em lazer e recreação na região. Ele apresentou ao público a sua pesquisa e perspectivas para o local, com base em dados coletados e pesquisa científica, um projeto que repagina o local, seguindo premissas de urbanismo, com pensamento a longo prazo. Com imagens de projeção e falas justificando a ação, ele encantou o público, que empolgou-se com a possibilidade de ter algo tão grandioso em Igrejinha.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Divulgação da proposta para autoridades municipais no começo desta semana. Divulgação

O encontro contou com autoridades municipais do executivo e legislativo, empresários, além de profissionais e entidades do turismo. A indicação para mostrar o trabalho na Casa Legislativa de Igrejinha e deixa-lo exposto no Espaço Arte (1º andar) foi do vereador Guto Scherer. “Entendemos o turismo como uma importante área para investirmos. O trabalho do Roger é muito impactante e apresenta alternativas para esta região, cuidando da natureza e mata nativa, com possibilidade de gerar renda e vindo a somar sem prejudicar quem mora nas proximidades”, pontua o vereador.

O Projeto Cascata de Solitária pode ser conferido até o dia 2 de dezembro, no Espaço Arte da Câmara de Vereadores, aberto à comunidade. Para grupos, é possível agendar horário para receber explicações sobre o mesmo.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O projeto Parque Cascata de Solitária

As melhorias foram pensadas de forma a valorizar o local e o modo como os visitantes interagem com ele, oferecendo diferentes atividades e experiências, respeitando suas características naturais, predominantemente composta por mata nativa. Conforme o arquiteto, estas melhorias podem ser divididas em 3 etapas: intervenções de caráter imediato, para atender a grande demanda de visitantes que o local já recebe, intervenções de caráter secundário, a fim de oferecer mais opções de atrativos ao local, e intervenções futuras, buscando diversificar os usos e o número de visitantes. Todas as estratégias buscam proteger o local com interferências de baixo impacto, edificações com técnicas naturais e vernaculares, ao mesmo tempo que busca desenvolver seu potencial turístico. Por isso, a proposta consiste na criação de um parque de conservação ambiental, ao exemplo de parques como o Caracol de Canelae o morro da Borússia em Osório, que protegem grande parte de sua área e exploram turisticamente uma pequena parte destas.

“A Cascata possui uma força natural de atrair pessoas para banhar-se nas suas águas e é um dos únicos locais propícios a isto que nossa cidade possui. Pensando nisto, nada mais justo que oferecer um projeto que busque preservar o local e que ofereça ao menos a infraestrutura mínima necessária para aqueles que a visitam, que esta seja preservada para que mais pessoas, assim como as futuras gerações também possam fazer uso deste local”, declara o idealizador do projeto. Roger considera essa exposição como uma oportunidade de mostrar uma das diversas áreas que a arquitetura e o urbanismo atuam, desejando que o projeto possa ser visto pelo maior número de pessoas e, claro, sair do papel. “Poderemos mostrar que nossa cidade possui locais com forte potencial turístico a serem explorados e que podem ajudar a diversificar as fontes de emprego e renda. Acredito que, quanto mais puder mostrar este projeto, maiores serão as chances dele se tornar realidade. Se através da minha profissão puder contribuir para a qualidade de vida e o bem-estar de nossa comunidade, será um grande objetivo de vida alcançado”, projeta.

Fotos: Divulgação