Prova marcada por capotagens no Taquara Automóvel Clube

Pilotos realizaram bons pegas no autódromo municipal neste domingo.

A primeira prova do ano no Taquara Automóvel Clube (TAC) foi marcada por boa dose de adrenalina. Diversas capotagens paralisaram a primeira bateria dos carros, que começou por volta das 13 horas, mas teve que parar diversas vezes. Resultado, a primeira corrida da tarde se estendeu até por volta de 14h45min. Isso fez com que o TAC tivesse corridas até o começo da noite. Todos os pilotos que sofreram acidentes passaram apenas pelo susto, sem ferimentos.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




O TAC abriu, neste domingo, o Citadino de 2018. Um bom público esteve presente no autódromo municipal, cuja programação começou ainda pela manhã, com os treinos livres classificatórios de formação do grid. Depois, a partir das 13 horas, ocorreu a primeira bateria dos carros (Turismo 1600cc). Em seguida, veio o Kartcross, cujas corridas estavam valendo como primeira etapa do Gaúcho. Houve duas baterias de kart e duas de moto. E, ainda, mais duas de carros.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O monitoramento online permitiu que os pilotos e o público, por meio do site da Fastcrono (www.fastcrono.com.br) acompanhassem o andamento da prova em tempo real. O TAC também implementou melhorias nas churrasqueiras para o público. Ainda não foram divulgados, no site da empresa de cronometragem, todos os resultados da primeira prova do ano no TAC, que serão atualizados no site do Panorama assim que forem publicados. A próxima prova do ano será em 6 de maio.

Fotos: Vinicius Linden/Jornal Panorama