Temperatura agora:   15.8 °C   [+]

Reunião na Câmara define ações para garantir recursos ao saneamento básico

A Câmara de Vereadores de Taquara recebeu, na manhã de hoje (10), representantes de legislativos municipais de cidades da região e do Vale do Rio dos Sinos, além de Caixa Econômica Federal, Promotoria Pública, Corsan e Fepan. O encontro buscou definir ações que garantissem a aplicação de recursos do governo federal em obras de saneamento básico e esgoto em Taquara.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O convênio com o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal para a liberação de mais de R$ 82,35 milhões para Taquara foi assinado pelo ex-governador Tarso Genro, no dia 26 de dezembro de 2013, no Palácio Piratini. O recurso destinado pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) II nunca foi liberado, impossibilitando o início das obras. O contrato expira em janeiro de 2018.

Nesta terça-feira, o Coordenador de Normas Técnicas da Gerência Executiva de Governo da Caixa Econômica Federal, Eduardo Speggiorin, revelou que houve corte em aproximadamente 50% no valor do repasse. A fim de garantir o valor e prorrogar o fim do contrato, os integrantes do encontro decidiram que enviarão uma moção de apelo com assinaturas de câmaras de vereadores às secretarias estaduais do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e Obras, Saneamento e Habitação e ao Ministério das Cidades.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Os presentes concordaram em formar uma comissão mista que deverá atuar na linha de frente dos pedidos, além de agendar reunião com a bancada gaúcha em Brasília, buscando o apoio dos senadores e deputados federais.

Representantes decidiram organizar uma comissão de trabalhos. Foto: Cristiano Vargas