Temperatura agora:   3.3 °C   [+]

Riozinho decreta situação de emergência por causa da seca

O prefeito Valério Esquinatti decretou situação de emergência em Riozinho na última semana em virtude da seca que atinge o município, alegando que a estiagem iniciada em novembro de 2019 trouxe sérios prejuízos à economia local. As lavouras de milho, feijão e uva, entre outros, além do setor leiteiro, estão entre os mais atingidos. Laudo técnico realizado pela Emater apontou que em dezembro do ano passado choveu menos de 50 milímetros na cidade. Nos meses de janeiro, fevereiro e março desse ano a estiagem teve continuidade, sendo registrada uma redução da precipitação em relação ao mesmo período de 2019 entre 100 e 200 mm de chuva abaixo da normal climatológica.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


“Nao chove de maneira satisfatória há mais de quatro meses. Os prejuízos chegam a quase um milhão e meio de reais. Esses valores farão muita falta para o município, especialmente neste momento em que todos os esforços do poder público estão concentrados no combate à pandemia do coronavírus”, destaca Valério.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A falta de chuva causou transtornos também no abastecimento de água potável à comunidade. As localidades de Palmito, Fundo Quente, Linha Cinco de Novembro, Paredão, Barro Branco, Baixa Grande, Morro Redondo, Sampaio Ribeiro, Barrinha e São Judas e a comunidade da Tribo indígena Mbya Guarani, no Km 45, estão entre as mais atingidas. “Precisamos levar água a várias dessas localidades, gerando um custo de R$ 45 mil para transporte e fornecimento de reservatórios de água para famílias carentes”, reforça o secretário da Agricultura e Meio Ambiente, Sérgio Koch.

Apoio

O vice-prefeito Diogo Pretto reconheceu o apoio do Corpo de Bombeiros Voluntários de Rolante nesse trabalho. “Eles foram fundamentais no atendimento à população, justamente nas comunidades mais distantes, levando água para as famílias”, ressaltou.

A partir da publicação do decreto, Riozinho busca agora o reconhecimento de situação de emergência junto ao governo do Estado e a União.