Secretaria de Saúde de Taquara cria grupo para orientar mulheres sobre a menopausa

Lançamento do grupo ocorreu durante a Semana da Mulher em Taquara.
Lançamento do grupo Melhor Viver, ocorrido no Dia da Mulher, reuniu diversas autoridades municipais. Divulgação/Cleusa Silva

A Secretaria Municipal de Saúde de Taquara criou, durante a programação da Semana da Mulher do município, o “Melhor Viver” – grupo formado por uma equipe multiprofissional que semanalmente orientará as mulheres sobre os sintomas e tratamentos da menopausa. Estágio ocorrido na vida de toda mulher, em média entre os 45 e 55 anos, o início da menopausa é considerado após um ano do último fluxo menstrual. Nesta fase, em que está sendo encerrado também o ciclo ovulatório, ocorrem transformações no corpo feminino, que podem aumentar o aparecimento ou agravamento de doenças.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Gessi Marlene Bartfeldt (à direita) faz sua inscrição com a idealizadora do projeto, a enfermeira Maria Cândida Nunes Peres. Divulgação/Cleusa Silva

Durante o lançamento do Melhor Viver, ocorrido na manhã de quinta-feira (8), data em que se comemorou o Dia Internacional da Mulher, o secretário de Saúde, Vanderlei Vili Petry, falou sobre a importância desse trabalho também para diminuir os casos de automedicação. “Nesse período, as mulheres buscam tomar, a maioria sem orientação médica, hormônios e uma série de remédios para amenizar os sintomas da menopausa. Métodos que, se não forem acompanhados por um médico, podem até resultar em problemas de saúde mais graves”, preocupa-se o Petry.

De acordo com a idealizadora do projeto, a enfermeira coordenadora da unidade Saúde da Mulher, Maria Cândida Nunes Peres, o grupo surgiu a partir de sua constatação de que a maioria das usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS), em fase final do ciclo reprodutivo, sofria com algum sintoma ou incômodo relacionado a esse período feminino, mas nem todas buscavam uma solução para esse problema. “É muito comum vermos pacientes procurando o médico quando já estão sofrendo com algum sintoma relacionado à menopausa, mas ninguém fala sobre o climatério, que é o tempo de transição que antecede a menopausa. Nossa ideia é esclarecer de forma gratuita, clara e objetiva questões que envolvam esse período em que se encerra os ciclos menstruais e ovulatórios da mulher”, explicou a enfermeira Cândida.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Cada grupo Melhor Viver será composto por 10 a 15 mulheres, com idades a partir dos 40 anos. Durante quatro quintas-feiras serão oferecidas palestras às participantes, com temas como exercício físico na menopausa, alimentação saudável, qualidade de vida psicológica no climatério, entre outros. Além da enfermeira Cândida, também participam deste projeto a fisioterapeuta Úrsula Altmann Garcia, a nutricionista Fabíola Frezza Andriola, a psicóloga Barbara Beloto e a assistente social Eliete Falcão. As profissionais pretendem ainda, no final do ano, reunir as participantes dos grupos em um grande encontro, promovendo um momento de integração entre todas as pacientes.

Logo após a solenidade de lançamento do projeto Melhor Viver, Gessi Marlene Bartfeldt, de 65 anos, moradora do bairro Cruzeiro do Sul, garantiu sua participação no primeiro grupo, e também fez a inscrição de sua filha, Maria Cristina Bartfeldt, de 46 anos. “Eu soube desse grupo quando estive aqui [no Posto de Saúde 24h e sede da Secretaria de Saúde] fazendo o meu exame de pré-câncer. A Cândida me convidou, falei para a minha filha, e decidimos participar desses encontros”, relatou Gessi.

Também estiveram presentes no lançamento do projeto, que fez parte da programação da Semana Municipal da Mulher, os secretários de Desenvolvimento Social e Habitação, Anildo Araújo; de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária, Dircinei Antonelo; de Captação e Recursos, e interino de Trânsito e Mobilidade Urbana, Lorival da Rosa, além dos vereadores Mônica Facio, Levi Metanoya e Marlene Haag, servidores da Secretaria de Saúde e comunidade em geral.

Interessadas em participar dos próximos encontros do grupo Melhor Viver, moradoras da zona urbana ou do interior do município, devem fazer sua inscrição na unidade Saúde da Mulher, junto a Secretaria de Saúde, localizada na rua 17 de Junho, 2411. As palestras ocorrerão às quintas-feiras, às 9h, na Sala da Saúde. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3541-9330.