Secretaria de Saúde de Taquara dará início ao recadastramento do cartão do SUS

Geral

Taquara possui cerca de 57 mil habitantes, mas contabiliza 70 mil cartões do SUS.

A partir de uma constatação da administração municipal de Taquara, de que muitos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) do município possuíam duplicidade do Cartão Nacional de Saúde, documento de identificação do usuário do SUS, mantendo um cartão principal de Taquara e um segundo de outra cidade da região, ou vice-versa, a Secretaria Municipal de Saúde dará início, a partir desta sexta-feira (03), ao recadastramento do cartão do SUS em todas as unidades básicas de saúde (UBS) dos bairros e localidades do interior. Até o dia 17 de janeiro o recadastramento será realizado na UBS do bairro Eldorado.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Segundo o secretário municipal de Saúde, Vanderlei Petry, Taquara possui aproximadamente 57 mil habitantes, de acordo com os números do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mas contabiliza cerca de 70 mil cartões do SUS.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


“Nós já vínhamos, há algum tempo, percebendo a necessidade de fazer o recadastramento do cartão do SUS, pois notamos que muitas pessoas tinham um cartão de Taquara e também de outra cidade, e isso também ocorre com moradores de outros municípios, que possuem o cartão de sua cidade de origem e aqui de Taquara”, relatou Petry.

Essa medida tomada pela Secretaria de Saúde de Taquara vem de encontro a uma solicitação do Ministério da Saúde, que anunciou que durante todo o ano de 2020 haverá mudanças na forma de financiamento da atenção básica do SUS, principalmente das equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) em todos os municípios brasileiros.

O Ministério da Saúde verificou que, atualmente, repassa para os municípios brasileiros recursos necessários para manter 45 mil equipes de ESF, que deveriam estar atendendo, em média, 4 mil pessoas por equipe, totalizando em torno de 180 milhões de brasileiros cobertos com esses serviços.

Ao analisar a plataforma e-SUS, onde estão inseridos os números de famílias e pessoas cadastradas com o cartão do SUS, o Ministério da Saúde verificou que, ao invés de 180 milhões, há apenas 85 milhões de brasileiros cadastrados recebendo investimentos na área da Saúde. E solicitou que, a partir de 2020, todos os municípios do Brasil deverão realizar o recadastramento das pessoas na plataforma e-SUS.

Como Taquara já estava em fase de planejamento do recadastramento do cartão do SUS, a partir de hoje, automaticamente, o morador do município que fizer o recadastramento do seu cartão do SUS também já será recadastrado na plataforma e-SUS.

“É importante que o cidadão taquarense perceba que, cada município recebe recursos do Governo Federal de acordo com a sua população, tanto para comprar remédios, quanto para os atendimentos médicos, e esse dinheiro vem de acordo com o número de habitantes que temos aqui. Então, cada vez que um taquarense empresta o seu endereço para alguém de fora fazer o cartão do SUS também está tirando um pouco de si e de outras pessoas para dar a moradores de fora”, alertou o Secretário de Saúde de Taquara.

A servidora da Secretaria Municipal de Saúde, Ana Cristina Heitelvan, integrante do Programa Saúde na Escola e responsável pelo recadastramento do cartão SUS no município, informa que os trabalhos serão realizados por zoneamento e não no município como um todo, em função da necessidade de se criar uma estrutura de recursos humanos e recursos técnicos para a realização deste trabalho.

“Durante o recadastramento nas unidades básicas de saúde, não poderemos contar com o trabalho da mesma pessoa e o mesmo computador usado para o atendimento dos usuários da UBS, haverá outro servidor e outra máquina específica para o recadastramento, atendendo no mesmo horário de funcionamento de cada unidade de saúde”, informou Ana Cristina.

O secretário Petry ressaltou ainda que todo cidadão brasileiro, com cartão ou sem cartão, com cartão da cidade ou de qualquer outro local do Brasil, tem o atendimento médico de urgência garantido, não sendo permitido a retirada de medicamentos, encaminhamento de exames e nem ser encaminhado para outras especialidades médicas que não seja na sua cidade de origem.

Concluído o recadastramento na UBS Eldorado, que seguirá até o dia 17 deste mês, os trabalhos serão realizados na UBS Santa Maria, do dia 20 a 31 de janeiro, no horário das 7h30min às 13h30min. A previsão da Secretaria Municipal de Saúde de Taquara é de que o recadastramento do cartão do SUS em todo o município seja concluído até o mês de maio, incluindo os moradores das localidades do interior do município.

Comentários