Solidariedade: Taquarense pede contribuição de doadores de sangue, para fazer cirurgia

Geral

Maria Cristina fará procedimento cirúrgico no dia 20 deste mês e precisa de 12 doadores de sangue.

A taquarense, Maria Cristina Werb de Oliveira, procurou nesta semana a reportagem do Jornal Panorama para relatar uma necessidade. Ela será submetida a uma cirurgia de ponte de safena e precisa de, ao menos, 12 doadores de sangue. A cirurgia será em Porto Alegre, e as doações devem ser realizadas no laboratório Marques Pereira (mesma cidade), de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, e aos sábados das 7h às 12h.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Maria destaca que para quem quiser ajudar e tiver dificuldade de deslocamento à Capital, haverá transporte disponibilizado pela Secretaria de Saúde Municipal. No entanto, é preciso agendar com antecedência no Posto 24h (Taquara). “Peço, encarecidamente, que as pessoas se sensibilizem. Minha cirurgia é no dia 20 deste mês, por isso preciso que as pessoas doem sangue antes dessa data, e conseguimos transporte apenas com agendamento antecipado. Agradeço muito a quem se solidarizar. Como não há restrição da tipagem sanguínea, as doações vão servir para outros pacientes também. Só preciso que os doadores que contribuírem para minha cirurgia informem meu nome para comprovar que eu participei”, destacou Maria.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Confira quais são os requisitos para a doação:

  • Estar em boas condições de saúde;
  • Apresentar documento oficial de identidade com foto;
  • O limite de idade para a primeira doação é de 60 anos;
  • Ter idade entre 16 e 69 anos, sendo que os candidatos a doadores com menos de 18 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou por responsável legal;
  • Pesar nomínimo 50 Kg com desconto de vestimentas;
  • Não estar em jejum e evitar alimentação gordurosa;
  • Ter dormido pelo menos 6 horas antes da doação;
  • Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação;
  • Não fumar pelo menos duas horas antes da doação.

Impeditivos temporários para doação de sangue:

  • Gripe ou febre;
  • Gestantes ou mães que amamentam bebês com menos de 12 meses;
  • Até 90 dias após aborto ou parto normal e até 180 dias após cesariana;
  • Tatuagem ou acupuntura nos últimos 12 meses;
  • Exposição à situação de risco para a AIDS (múltiplos parceiros sexuais, ter parceiros usuários de drogas);
  • Herpes labial.

Outros critérios que impedem a doação serão verificados por ocasião da entrevista de triagem.

Impeditivos definitivos para doação de sangue:

  • Doença de Chagas;
  • Hepatite após os 11 anos de idade;
  • Ser portador dos vírus HIV (AIDS), HCV (Hepatite C), HBC (Hepatite B), HTLV;
  • Uso de drogas injetáveis.

Outros critérios que impedem a doação serão verificados por ocasião da entrevista de triagem.

Intervalos que devem ser respeitados entre as doações:

  • Mulheres: período de 90 dias/máximo de 3 doações nos últimos 12 meses;
  • Homens: período de 60 dias/máximo de 4 doações nos últimos 12 meses.