Temperatura agora:   13.8 °C   [+]

Taquara já entregou mais de 1,3 mil kits da Merenda Escolar e Agricultura Familiar

Foto: Magda Rabie/ Divulgação.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Em época de pandemia ocasionada pela Covid-19, muitas famílias estão passando por severas dificuldades. A falta de alimentos é uma das que mais preocupa a municipalidade. Pensando em amenizar um pouco a situação, a Prefeitura de Taquara, junto à Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes, o Conselho Municipal de Educação (CME) e o Conselho Municipal de Alimentação Escolar (CAE) organizaram, na semana passada, a distribuição dos alimentos da merenda escolar aos alunos que estão inseridos no Programa Bolsa Família e alunos que, mesmo não integrando programas sociais, também passam por vulnerabilidades.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Ao todo, 1379 famílias foram beneficiadas com alimentos advindos da merenda escolar e da agricultura familiar. A iniciativa segue a resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE que facultou aos municípios a distribuição dos alimentos aos estudantes, como conta a nutricionista do município, Juliana Silveira Haag.

“Nos empenhamos em distribuir estes kits aos alunos, pois já tínhamos distribuído todo o rancho mensal para as escolas no mês de março, assim estavam com bastante alimentos estocados, e logo teve a paralisação das aulas. No estoque da Alimentação Escolar também havia muitos alimentos. Então utilizamos todos estes alimentos para montar os kits que foram distribuídos aos alunos do Bolsa Família ou outros alunos que passam por dificuldades. Nos kits contém alimentos não perecíveis e perecíveis que são os da Agricultura Familiar”, salientou Juliana.

Para a mãe Fernanda Melo Ribeiro a ação veio para ajudar a família num momento de dificuldade. “Em meio a tudo o que está acontecendo, esta ação vai ajudar muito a minha família. A pandemia, o desemprego que afetou muitas pessoas, eu como exemplo, estou desempregada. Só temos a agradecer por todo apoio”, disse Fernanda. Para a mãe Maria Claudete Roos foi uma iniciativa inesperada. “Sem palavras para agradecer, nos surpreendeu. Assim como eu, muitos outros pais estão atravessando uma fase complicada. Só temos a agradecer”, ressaltou Claudete.

Conforme a assessoria de imprensa do município, a intenção da Administração Municipal é garantir o direito à alimentação e auxiliar para que menos estudantes entrem em situação de insegurança alimentar e nutricional neste período de quarentena. E, mesmo com as aulas suspensas, os alunos, agora em casa, possam usufruir da alimentação que recebiam diariamente em seus educandários.

As entregas ocorreram em todas as escolas municipais de Educação Fundamental e de Educação Infantil e foram acompanhadas pelo prefeito Tito Livio Jaeger Filho. “As direções das escolas trabalharam na identificação dos alunos que necessitam de apoio e montamos kits com alimentos básicos e uma cesta com frutas e verduras. Esta é mais uma ação da Administração Municipal para levar ajuda às famílias e amenizar um pouco os efeitos que todos nós estamos sofrendo nesta crise do combate ao coronavírus”, observou Tito.

Além do prefeito e da nutricionista Juliana, as entregas também foram acompanhadas pelos representantes do CAE, presidente Fernando Maciel, vice-presidente Luciana Hermann e a secretária Maria Eliane Bench; pela presidente do CME, Vivian Angeli e pela coordenadora da Merenda Escolar, Néris Cardoso Bissaco.