Temperatura agora:   16.5 °C   [+]

Taquara: Sirlei divulga cobrança para formalização de contrato do Hospital e Tito responde à vereadora

A vereadora Sirlei Silveira (PSB) divulgou, nas redes sociais, nesta quinta-feira (26), documento remetido à Prefeitura de Taquara sobre o contrato a ser firmado pela administração municipal com a Associação Vila Nova para a gestão do Hospital Bom Jesus. A contratação desta entidade recebeu chancela do juiz federal Norton Benites na sexta-feira passada (20) e o projeto de lei foi aprovado pela Câmara de Vereadores na manhã do sábado (21). A vereadora disse ter recebido informações de que estaria ocorrendo morosidade na formalização dos convênios.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




No documento, Sirlei disse que acompanha o andamento das tratativas para a reabertura do Hospital Bom Jesus através do deputado Dalciso Oliveira (PSB), a quem elogia “como um político incansável que apresenta mais um resultado positivo do seu trabalho para o Vale do Paranhana, nesse momento a conquista de mais 29 leitos de internação hospitalar e 10 unidades de UTI para o Hospital São Francisco de Assis de Parobé”. A parlamentar disse ser importante mencionar que a reabertura do hospital de Taquara também é pauta do trabalho do deputado e a morosidade na formalização entre a Associação Vila Nova e o governo do Estado o conduziram a retomar o assunto com a secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann.

A vereadora relata que, no momento dessa abordagem, o deputado obteve a informação de que o governo só aguarda o recebimento da documentação da Prefeitura de Taquara com a nova gestora, aprovada pela Câmara de Vereadores, para realizar a contratualização dos serviços junto à Associação Vila Nova. No ofício que remeteu ao prefeito Tito Lívio Jaeger Filho, a vereadora Sirlei lembra que o projeto foi aprovado pela Câmara na manhã do sábado, e diz que não visualiza “justificativa aceitável para que essa protelação exista”. “Certa de que essa formalização possa ser realizada ainda na data de hoje, quinta-feira, 26 de março de 2020, me coloco no acompanhamento direto dessa tramitação e no aguardo de resolutividade por parte do governo municipal”, finaliza o texto.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Na postagem do Facebook, Sirlei escreveu o seguinte: “meu gabinete segue trabalhando para que os resultados se estabeleçam com brevidade. Vivemos tempos difíceis, com uma crise na saúde mundial, não é compreensível essa demora para que o Hospital Bom Jesus reabra as portas. Gratidão ao trabalho do Deputado Dalciso Oliveira que segue trazendo resultados para a nossa região e está acompanhando de perto essa tramitação entre o Estado, Instituto Hospitalar Vila Nova e o Município de Taquara”.

Resposta do prefeito

O prefeito Tito respondeu ao ofício da vereadora e inicia dizendo que, inicialmente, a informação supostamente recebida pelo deputado Dalciso estaria distorcida ou foi mal compreendida pelo deputado ou por Sirlei. Segundo o prefeito, desde que houve a chancela por parte dos Ministérios Públicos Estadual e Federal para que a administração municipal apresentasse sua proposta de solução ao hospital, cujas tratativas vem ocorrendo desde 2019, o governo municipal está tratando diariamente dessa questão. O prefeito afirma que, conforme ajustado com o grupo de trabalho firmado por sua sugestão, a administração está rigorosamente dentro do calendário acordado.

No ofício, Tito diz que, tão logo a Câmara comunicou oficialmente a aprovação do projeto, imediatamente realizou a sanção da lei municipal, providenciando as devidas publicações, e ainda determinou a abertura do devido processo de dispensa/inexigibilidade de licitação e confeccionou o termo de permissão de uso do prédio do hospital à Associação Vila Nova. O prefeito remeteu cópia deste documento ao Jornal Panorama, cuja data de formalização do convênio é esta quarta-feira, dia 25 de março. Tito acrescenta que cabe à Associação Vila Nova solicitar o credenciamento junto ao Estado, o que a entidade fez na manhã desta quinta-feira, dia 26. Novamente, o prefeito remeteu à reportagem cópia do protocolo feito pela entidade com o governo gaúcho.

O prefeito prossegue seu ofício com críticas à vereadora e ao deputado Dalciso. Diz ser compreensível que Sirlei não visualize justificativa aceitável para protelação, “pois além de sabermos que a vereadora não possui nenhuma experiência quanto aos trâmites administrativos municipais, de fato também nunca se fez presente para participar de nenhuma das tratativas realizadas que tinham como pauta nosso hospital, nem tampouco, seu deputado”. Tito afirmou que houve um “trabalho árduo” do Executivo para a retomada das atividades do hospital e citou o grupo de vereadores da base de apoio ao governo, e somente eles, como apoiadores.

“Nos surpreende muito sua aparição somente neste momento em que o processo de abertura de nosso hospital está quase concluído, se faz importante registrar de que sentimos a sua falta e a do deputado estadual Dalciso Oliveira em todo o processo, lamentamos profundamente de que não tenham tido o mesmo empenho com esta pauta, como tiveram com a tentativa de instalação de um novo presídio em nossa cidade, o qual conseguimos rechaçar, graças ao empenho da administração municipal, parcela dos membros do Poder Legislativo, lhe excluindo, é claro, e da comunidade. Estamos tratando de dar segurança à saúde da população, não é momento de se fazer política e nem tampouco usar a questão do nosso hospital como trampolim, precisamos de toda e qualquer ajuda possível, mas que ela seja verdadeira, sem oportunismos ou interesses escusos”, acusou o prefeito.