Tito diz que prestação de contas da Expocampo será divulgada nos próximos dias

Geral Topo esquerdo

O prefeito de Taquara, Tito Lívio Jaeger Filho, disse, nesta sexta-feira (13), que a administração municipal deverá divulgar uma prestação de contas da 33ª Exposição-Feira Agropecuária (Expocampo) nos próximos dias. O chefe do Executivo se manifestou durante o programa Horário Nobre, da Rádio Taquara. Afirmou que os recursos para a realização do evento foram obtidos através da captação por meio dos mecanismos de incentivo à cultura e com patrocinadores. Também houve, segundo Tito, o uso de verba do caixa único da Prefeitura, recursos que sempre são destinados aos investimentos em cultura.



Nesta sexta-feira, foram divulgados em redes sociais questionamentos com relação aos compromissos assumidos pela Prefeitura para a realização da Expocampo. No site oficial do Executivo, há três empenhos (compromissos de pagamento assumidos) pela administração sobre o evento. Um deles firmado com a produtora do show de Maiara e Maraísa, que custou R$ 225 mil. Já o outro é com a empresa responsável pelo show de Armandinho e Banda, no valor de R$ 65 mil. O terceiro empenho foi firmado com a empresa Murliki, que venceu licitação para a montagem do parque da Expocampo, no total de R$ 25 mil. A soma destes gastos alcança R$ 315 mil.

Ainda com relação à Expocampo, no site da Lei de Incentivo à Cultura do Rio Grande do Sul há um projeto aprovado que diz respeito à parte cultural da feira. Foram liberados R$ 174.952,00 na proposta encaminhada pela empresa Marcio Teixeira da Silva – ME, de Capão da Canoa. O site da LIC informa que a empresa Philip Morris Brasil Indústria e Comércio entrou como patrocinadora do evento e efetuou o repasse de todo o recurso incentivado pela lei cultural.

Na manifestação feita na Rádio Taquara, Tito comemorou os resultados da Expocampo, que, segundo a administração municipal, recebeu 55 mil pessoas ao longo dos quatro dias de realização. O prefeito disse que foi possível mostrar àqueles mais céticos de que é possível realizar uma festa na área central, em que todos ficaram bem acomodados, principalmente os animais participantes da exposição. Tito afirmou que foi superada, inclusive, uma primeira resistência da Vigilância Sanitária estadual, que chegou a não autorizar o evento, com receio de que os animais não fossem bem tratados.

O prefeito agradeceu a parceria de várias entidades que participaram do evento, dos produtores rurais, dos grupos de artesanato, dos representantes da agricultura familiar, da Brigada Militar e dos talentos locais. Mencionou, especialmente, o Lar Padilha, a ONG Vida Breve e a Apae que operaram o estacionamento nas ruas Marechal Floriano, Rio Branco e Guilherme Lahm. Sobre a continuidade da Expocampo no espaço da antiga Novemberfest, Tito disse que o terreno não pertence ao município e isso dependerá de eventual negociação com os proprietários do local.