Temperatura agora:   16.5 °C   [+]

Usaflex confirma novas demissões e prevê redução de até 70% da jornada de trabalho

Retornando às atividades, nesta quarta-feira (22) – depois de ter dado férias coletivas de 30 dias para os funcionários – a Usaflex anunciou novas medidas de enfrentamento aos reflexos da pandemia do novo coronavírus, além de confirmar mais demissões. Conforme nota, divulgada à imprensa na tarde desta quarta-feira, a empresa trabalhará em turno integral até o dia 30 de abril e, posteriormente, irá aderir ao Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, instituído pelo Governo Federal, mediante texto da Medida Provisória 936.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O programa prevê ações de curto prazo, como a redução de jornada e salário por 90 dias, e/ou a suspensão temporária do trabalho por 60 dias. Nas unidades da Usaflex, os critérios e percentuais estão sendo definidos de acordo com a área e a natureza das atividades desenvolvidas. A previsão, conforme divulgado pela direção da indústria, é de que a empresa passe a operar, por um período, com redução de carga horária de até 70%. Com relação à mão de obra, considerando as demissões feitas em março (de 15%) e as feitas nesta quarta-feira, a empresa confirmou que prevê trabalhar com redução de 30% de sua força de produção. Ou seja, no total, cerca de 840 funcionários devem ser desligados da empresa, em virtude da pandemia.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


No tocante às orientações relacionadas à Saúde dos funcionários, a Usaflex divulgou que adotou uma série de medidas. Foram intensificados os procedimentos de limpeza e higienização dos ambientes, e a indústria disponibilizou álcool gel e máscaras de proteção individual (que passaram a ser de uso obrigatório) aos funcionários. Além disso, alguns funcionários foram responsabilizados pela aferição de temperatura de todos os colaboradores da empresa, em todas as unidades, contando com o respaldo de equipe médica.