Coluna da Comunidade Evangélica de Taquara

“Quando eles acabaram de comer, Jesus perguntou a Simão Pedro: – Simão, filho de João, você me ama mais do que estes outros me amam?” (João 21.15).

Amigos do Panorama! É comum entre as pessoas que se amam fazerem-se esta pergunta: “Você me ama?” Nem sempre a pergunta encerra exatamente uma dúvida. Pode representar uma chance de reafirmar aquilo que já se sabe e sente. Quando surge esta pergunta está-se perguntando: “Até onde vai o seu amor por mim?”

Jesus pergunta 3 vezes a Pedro: “Você me ama?” E 3 vezes Pedro confirma. Mas, finalmente, se entristece e sente que Jesus põe à prova. Reconhece o quanto tem sido impetuoso e pouco confiável, o quanto se rebaixou ao trair o seu Senhor dias antes e o quanto é imaturo o seu amor. Nesse diálogo, nasce um novo Pedro, mais humilde que, por amor, recebe a tarefa de cuidar das ovelhas: “Tome conta das minhas ovelhas” (João 21 15ss). Pedro é incumbido de tomar conta das ovelhas, não porque é melhor do que todas as outras pessoas,  mas porque Jesus o tornou especial, escolhendo-o e confiando nele. O amor só se pode realizar na ação.

Ainda hoje tentamos inverter essa relação entre amar e ser amado. Amamos a Deus e ao próximo para que assim sejamos amados. No entanto, como cristãos, sabemos que o caminho proposto por Deus em Jesus é inverso: Deus, com infinito amor, nos amou primeiro, sem merecimentos e apenas por graça. E esta deve ser a única razão que nos induz a amar e ter cuidado para com o rebanho do Senhor. E quanto menos cuidado tivermos, mais ele vai nos perguntar: “Você me ama?” Pensemos nisto. Amém.

Pastor Valmor Haag

PROGRAMAÇÕES:

Sábado, 7 de abril: Culto no Lar OASE, às 15 horas; 2ª. Noite do Cachorro Quente no Ginásio do Dorothea (Programação do Grupo de Jovens da Comunidade Evangélica de Taquara);

Domingo, 8: Culto na Igreja da Paz (centro), às 9 horas.

%d blogueiros gostam disto: