Diego Picucha autoriza abertura do comércio em Parobé

O prefeito de Parobé, Diego Picucha, anunciou, nesta quinta-feira (16), que seguirá os demais municípios da região e autorizará a reabertura do comércio. A medida já foi comunicada por Igrejinha e Taquara. A decisão do prefeito contraria o decreto do governardor Eduardo Leite, que, nesta quarta-feira (15), estendeu até o dia 30 de abril as restrições para o funcionamento do comércio na Região Metropolitana de Porto Alegre, o que inclui Parobé. Mesmo com a liberação para as atividades do comércio, o prefeito Picucha estabeleceu regras para o funcionamento do comércio, que só estará autorizado a partir da tarde desta sexta-feira (17) a reabrir. Antes, Parobé fará uma ação de higienização na área central do município e nas principais avenidas.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE





Picucha iniciou a transmissão ao vivo em que comunicou as medidas informando que o decreto ainda está sendo produzido e conterá todos os detalhes. Reforçou que todas as ações possuem responsabilidade e foram discutidas com os técnicos da saúde. “Nada é mais valioso que a vida do nosso cidadão de Parobé”, comentou o prefeito. Segundo ele, é uma decisão difícil, mas que se faz necessária.

O prefeito mencionou as medidas tomadas em Parobé para estruturar a rede de saúde no atendimento aos eventuais casos de Covid-19, com a instalação de um centro de triagem no Hospital São Francisco de Assis. Picucha mencionou os números de Parobé atualmente, com 60 suspeitas monitoradas; 63 casos descartados, nenhuma pessoa hospitalizada e, também, nenhuma confirmação de infecção por coronavírus.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Na transmissão que fez ao lado do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Jones Vendrúsculo, Picucha disse que decidiu ir contra a decisão do governador tendo em vista a discordância do critério utilizado por Eduardo Leite. Segundo o prefeito, não é possível comparar Parobé com a situação de Porto Alegre. O chefe do Executivo sustentou que a questão econômica também é de saúde.

O decreto de Picucha permitirá a reaberutra do comércio a partir da tarde desta sexta-feira, após a a ação de higienização no município. Será obrigatório o uso de máscaras para entrada nos estabelecimentos e pelos funcionários, bem como haverá a exigência de instalação de um tapete higienizador nas portas. Haverá obrigatoridade, ainda, da oferta de álcool gel ou de uma pia com água corrente, sabão e papel toalha. O atendimento terá que ser individualizado, ou seja, uma pessoa por atendente.

Picucha enfatizou que a liberação é para o funcionamento do comércio, mas seguem proibidas todas e qualquer aglomerações. “Chegou a hora de se unir e respeitar as regras”, enfatizou o prefeito, mencionando que se houver o registro de casos em Parobé, corre-se o risco de o município ter que voltar atrás na flexibilização de abertura do comércio.

%d blogueiros gostam disto: