Joel Wilhelm autoriza reabertura do comércio em Igrejinha

O prefeito de Igrejinha, Joel Wilhelm, anunciou, na tarde desta quinta-feira (16), que autorizará, por meio de decreto, a reabertura do comércio no município. A medida contraria a decisão do governador Eduardo Leite, que, nesta quarta-feira (15), prorrogou até 30 de abril as restrições ao funcionamento do setor comercial naqueles municípios que integram a Região Metropolitana de Porto Alegre, caso de Igrejinha. No entanto, Joel estabeleceu condições para as lojas terem seu expediente, como o atendimento a um cliente por vez por atendente e o fornecimento de máscaras.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE





Joel iniciou o seu pronunciamento (assista vídeo abaixo) informando que, neste período de quarentena, Igrejinha se organizou para o atendimento das questões de saúde relacionadas ao coronavírus. Destacou a criação da central de triagem no Parque Almiro Grings e a reserva de 12 leitos, com possibilidade de mais 10, no Hospital Bom Pastor, para atender eventuais pacientes com a Covid-19. Enfatizou, ainda, que a região contou, nesta quinta-feira, com a reabertura do Hospital Bom Jesus, de Taquara, que terá a oferta de leitos de UTI para casos de coronavírus.

Neste sentido, Joel disse que não concorda com o decreto do governador. Afirmou que, no papel, Igrejinha faz parte da Região Metropolitana, mas possui condições completamente diferentes em relação à Porto Alegre, citando, especificamente, os dados relacionados à densidade demográfica. O prefeito afirmou que, por este motivo, editará um decreto seguindo as mesmas condições disponibilizadas para outros municípios gaúchos. Por isso, o prefeito pediu a colaboração de toda a comunidade.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


As lojas serão autorizadas a atender um cliente por vez por atendente, os demais precisarão aguardar nas filas, com o devido distanciamento necessário. “Todos que trabalham nas lojas precisam estar com as máscaras e todos os clientes, se não estiverem usando, o proprietário da loja precisa providenciar máscaras descartáveis”, enfatizou, destacando, também, a necessidade de colaboração nesse ponto para os supermercados e padarias. O prefeito afirmou que é preciso fazer a economia voltar a funcionar gradativamente, compatibilizando, também, com os cuidados de saúde.

%d blogueiros gostam disto: